Um adeus (temporário) as loucuras de YYY!

Um adeus (temporário) as loucuras de YYY!

Olá meus bombons de licor, tudo bem com vocês?

Chegamos ao último Review de YYY! — Um segunda para que eu possa chorar no meu cantinho por favor — Então sem muitas delongas, vamos falar deste episódio tão irreverente e emocionante!

Porpla, Latte e Mocha estavam cuidando para que os gêmeos recebessem um castigo pela confusão que causaram em relação ao incêndio no prédio, então fizeram os dois dormirem em uma cabana do lado de fora do edifício, e também arrumar o quarto dela, algo me diz que seria bem pior caso Nott e Pun não tivesse passado pelo local, fazendo as ter um leve surto de fujoshi.

Nott e Pun estavam vindo do hospital, onde Nott passou por alguns procedimentos simples, e lhe foi receitado alguns remédios. — A mão perto ao bolso traseiro do outro foi meu fim.

No quarto, Pun ajudou Nott a se limpar e deu lhe seus remédios e também a comer. Tirando as insinuações de masturbação eu diria que foi uma cena bem dócil. — Aliás, Yoon você é um gostoso.

Depois de limpo e alimentado, os dois começaram a brincar de guerra de travesseiros, enquanto se divertiam, Pun começou a lembrar do dia no telhado e em como Nott revelou seus sentimentos, mas ele nunca teve chance de falar sobre os seus. Nott disse que não havia necessidade, pois mesmo sem falar, ele demonstrou.

Então Pun pede Nott em namoro — Insira aqui o Meme “inicio de um sonho” — mas, contudo, todavia e entretanto, Nott negou. Ele explicou que não se sentia merecedor de ser seu namorado, e como órfão, a única coisa que ele tinha era a vontade de perseguir seu sonho, ele não tinha nada, não podia oferecer grandes possibilidades a Pun. Por isso ele não podia aceitar seu pedido. — Insira aqui o Meme “Deu tudo errado”.

Após isso, Pun estava em uma sessão de fotos com Pao, mas não conseguia desviar seus pensamentos de Nott, após sua conversa com ele, Pun passou a ficar cada vez mais pensativo sobre seu futuro. E quando Pao falou sobre projetos futuros do seu “couple”, ele decidiu finalizar este trabalho ao lado que Pao, pois queria encontrar sua verdadeira vocação.

Pao por outro lado, não recebeu bem a situação e fez muitas reclamações, citando inclusive a família de Pun. Ele tentou se desculpar, mas não foram bem recebidas por Pao.

De volta ao prédio, Yuri (vestida de Yukimoto) tentava entrar no edifício, mas foi barrada por Porpla e seus “minions”. Yuri assim, recorreu a quebra regra, onde mulheres que tinham algum namorado no prédio poderiam entrar. Porpla desdenhou, pois afinal Nott estava com Pun, contudo Yuri explicou que não era Nott. Mas sim Ohm, elas se mostraram um pouco surpresas, mas depois de Yuri listar seus pontos positivos, elas permitiram que enfim Yuri subisse, não mais vestida de Yukimoto, mas sim como a linda e chamativa, YURI! — Podemos falar sobre essa transformação? O crush que eu tenho na Yuri não tem tamanho.

Já no quarto, Nott e Ohm estavam muito surpresos, pois Yuri conseguiu a permissão de Porpla para subir, então ela explicou sobre a condição do namorado e em como ela foi ‘desapegando’ de Nott, e se aproximando cada vez mais de Ohm — o tombo para mim que achei que Arm e Ohm seriam um casal secundário …… — depois de um pedido de namoro simples feito por Yuri e aceito pelo Ohm, os dois ficaram mais próximos. Já Nott ficou assustado com a rapidez e facilidade que tudo ocorreu, então Yuri explicou que realmente era fácil, se eles se gostam e gostariam de tentar que fossem, caso desse errado terminavam. Simples.

Deixando assim Nott muito pensativo.

Após ligar para seu pai, e ver que ele o queria de volta em casa, Pun decidiu sair do prédio. Então foi comunicar a Porpla, ela perguntou se ele já tinha contado a Nott, ele e afirmou.

Porpla compartilhou com Pun uma experiência que teve quando mais nova, ela já foi muito apaixonada por um homem antes, mas teve de deixá-lo para que ele conseguisse realizar seu sonho, ela o amava, mas precisou deixar ele ir. Mais do que vontade de voltar para casa, Pun queria que Nott realizasse seus sonhos, e temia que isso não pudesse ocorrer com ele ali.

Porpla ofereceu a Pun uma festa de despedida, pois já que ele ia realmente embora tinha que se lembrar apenas dos momentos felizes.

Na festa, os inquilinos do prédio deram uma passadinha no guarda roupa de Porpla e estavam lá caracterizados em suas “versões femininas”. — Todos perfeitos montados!

Durante a festa, Arm perguntou se Nott não viria. Então Pun disse que se ele realmente quisesse, estaria ali. Vendo que a situação estava desconfortável entre eles, Arm foi tentar ajudar o amigo.

Visitou Nott em seu quarto, e perguntou porque ele não estava na festa. Nott disse que não gostava de despedidas, mas Arm não aceitou essa desculpa, o que ele realmente não aceitava, era que Pun estava o deixando. Arm tentou aconselhar Nott a subir para festa, pois depois de tudo que os dois passaram mereciam sim uma despedida decente.

Mídia

Depois da conversa com Arm, Nott ficou pensando se deveria ou não ir. Mas é uma ele até ele se decidir, o tempo correu e a festa já estava no fim. Pun voltou ao quarto para pegar sua mala, e antes de partir se sentou ao lado de Nott.

Pun não queria de início ser colega de quarto de Nott, não queria se envolver com o lugar e nem planejava ficar muito tempo, mas naquele momento se sentia totalmente conectado ao lugar.

Pum ficou aguardando Nott tomar alguma atitude e se despedir, todavia não ocorreu. Ele não conseguiu nem sequer dizer adeus, Pun se foi.

Lá no telhado, todos se despediram de Pun. E váriaslembranças começaram a aparecer, os momentos mais loucos e emocionantes que ele viveu no local. Ele prometeu não se esquecer deles, e voltar um dia. Depois de algumas lágrimas, Pun foi para nave espacial de seu pai. E partiu de vez. — Se você está se perguntando se está correto “nave espacial”, sim, está. Lembrando que em YYY nada deve ser levado a sério. Só consigo me lembrar de como estava chorando, e do nada rindo por conta desta nave.

Depois de Pun partir, quem apareceu foi Nott, desesperado tentando correr atrás no tempo perdido. Porpla explicou que ele já havia partido, mas ela preparou uma roupa para que ele pudesse segui-lo.

No espaço — mais uma para lista de “coisas que nunca pensei que escreveria” — Nott tenta convencer Pun a voltar e se desculpou por sua conduta anterior, reafirmou que o ama e que precisa dele.

Neste momento, Pun lembrou que desde que ele o ajudou com naquele dia a não ser despejado, ele o devia um favor. Então chegou a hora de cobrar, Pun pediu para que Nott realizasse seu sonho. E que enquanto ele não conseguisse, Pun iria esperar por ele.

“Seu sonho não é ter uma loja de silenciadores? Pois meu sonho é ser namorado do dono da loja”

E assim no espaço e juntos (temporalmente) terminou, ou melhor ….

No final, nós tivemos um mini monólogo de Nott. Ele nos contou como estava o dia-a-dia deles no prédio, e em como tudo permanecia caótico mesmo sem Pun. Ele disse que ainda trabalhava no seu sonho, e que não iria desistir, pois alguém aguardava ele.

Vocês acharam mesmo que tinha acabado? Pun apareceu lá no térreo, aparentemente algum tempo depois dos recorridos da série, e nos mandou um “até logo”. Tivemos um YYY² na tela nos deixando assim uma esperança para segunda temporada, por isso eu deixo aqui o meu “até breve” também!

Um adeus temporários as loucuras de YYY, por hoje é só beijos e até a próxima.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja