Tudo o que você precisa saber sobre “My Ride”

Tudo o que você precisa saber sobre “My Ride”

Olá pessoal, sejam todos bem vindos a este guia que tem como objetivo fornecer as principais informações sobre o BL tailandês “My Ride”, cujo lançamento está previsto para novembro deste ano. 

Adaptado do romance que carrega parcialmente o mesmo nome, “My Ride I Love You”, escrito por Patrick Rangsimant, a obra promete trazer um plot incomum e não tanto explorado pela indústria. 

Antes de contar para vocês do que se trata esse BL, vou repassar as informações técnicas sobre o dorama. 

Bom, ele foi roteirizado pelo Fluke Teerapat, conhecido por sua célebre participação no filme “My Bromance”, mas também marcou presença em Sotus S, no papel de Wad. Enquanto a direção ficou por conta de Nam Krittidech.

Seu lançamento, como mencionado, está previsto para o mês que vem e com o número de episódios menor do que o comum para obras do gênero, segundo informações do site My Drama List, “My Ride” desenvolverá a sua história em apenas oito episódios. 

Sem data de estreia definida, a obra será publicada pela LINE TV e há expectativas dos episódios serem lançados simultaneamente para os fãs internacionais com legenda em inglês (por favor, não nos decepcionem). 

Além disso, trata-se do projeto inaugural do estúdio tailandês  “K10 Global Content”. 

Dito isto, vamos então conhecer o plot dessa série que promete trazer uma bela história de amor. 

O plot 

A história gira em torno de Mork (Fluke Pongsakorn) e Tawan (Fame Chawinroj). O primeiro é um mototáxi que vive com o seu tio por parte de mãe. Já o segundo é um médico recém formado, e talvez você já deve ter uma ideia de como essas pessoas de mundos completamente diferentes tenham se conhecido.

Em um determinado dia, Tawan precisava visitar o seu namorado, P’Por (Bigg Thanakorn), mas encontrava-se atrasado para o encontro, e também por algum motivo, estava sem carro, então, decidiu ir até o ponto de táxi mais próximo para chegar ao local. Lá, encontra Mork e, a partir daí, a história entre esses dois rapazes começa a ser desenvolvida. 

Ah, não posso esquecer de mencionar alguns detalhes, o primeiro é que Mork foi morar com seu tio após decidir continuar o seu namoro de escola com Fern (Anna Taimeli), que almejava cursar o ensino superior na capital, Banguecoque, então Mork decide ir junto, por isso começa a trabalhar como mototáxi, porém algum tempo depois ele descobre que está sendo traído por sua namorada. 

É válido lembrar que Mork não apenas se mudou para outro lugar por causa dela, mas talvez a ajudava a pagar seus estudos. 

A outra informação relevante é que o Tio Cheep (Nu Surasak) é gay e inclusive vive com o seu marido, o Tio Dej (Patson Sarindu). Essa informação é importante porque nos faz entender  a influência do contato entre Mork com pessoas da comunidade, bastante benéfica para ele, pois entende desde novo que o amor não tem gênero. 

Opinião

Achei super interessante o plot, porque de fato foge do usual padrão escolar ou universitário. Tudo bem que mesmo se tratando de uma proposta que já tenha saturado alguns fãs, ainda é lucrativo. Fala sério, não é bom quando a gente já sabe o que vai acontecer logo em seguida num drama BL? 

Mas, às vezes, também é saudável explorar novos ambientes, uma vez que o amor entre rapazes não está restrito aos locais acadêmicos (e que bom). 

Adaptação

Outro ponto a ser levado em consideração é o fato do dorama ser uma adaptação de um romance. 

Para quem não sabe, os primeiros 10 capítulos estão disponíveis na internet (inclusive no site de Novels da Boys Love Brasil) em português. A dinâmica utilizada pelo autor, que até mesmo já concedeu uma entrevista para nós há alguns meses, é também bastante interessante. 

Basicamente, os capítulos foram organizados alternando os narradores, que são os protagonistas. Dessa forma, é possível compreender a história de maneira mais leve e fluida, pois a narração não fica presa a um narrador onisciente, mas sim com outro que participa da história, já que se trata de uma personagem. Em suma, considero que o recurso polifônico caiu bem para compreensão do romance.

Relembro também que o livro completo está disponível em inglês pelo site da Amazon, caso você possua o recurso “Kindle Unlimited”, a leitura sai de graça. 

A concessão para a livre tradução do restante da obra não foi aceita pelo autor (e devemos respeitar a sua decisão). Porém, por experiência própria, com apenas 10 capítulos é possível observar com clareza as personalidades e comportamentos de todas as personagens.

Elenco 

O elenco da série é bastante diversificado e, na minha opinião, apresenta atores e atrizes chamativos e interessantes. No geral, percebemos uma mistura produtiva entre artistas experientes e pioneiros. 

Apenas para exemplificar, o próprio casal protagonista é uma junção entre um velho conhecido nosso, Fame Chawinroj, que interpretou o personagem-protagonista “Guide” em “My Dream” (2018) e Fluke Pongsakorn, que não possui histórico em atuação. 

Outro exemplo é o casal secundário formado por Rit (Yoon Phusanu) e Ken (Pak Chavitpong), enquanto o Yoon é conhecido por nós devido ao seu papel em YYY, em que viveu o personagem “Nott”, para Pak, esta é a primeira vez que se apresenta nas telinhas.

Apenas para efeito de curiosidade, originalmente, esse casal secundário não existe no romance do qual adaptou. Na entrevista concedida para a BLB, o autor, Patrick, comenta que teve a oportunidade de participar tanto das gravações, quanto da série (há uma cena inclusive no trailer que o mostra dando uma palestra para os alunos de medicina) e comenta que não seria possível gravar uma série com apenas um casal.

Por isso, o roteirista e diretor decidiram criar esse outro secundário. Aparentemente, pelo que pude notar do trailer, Rit e Ken trabalham juntos no mesmo hospital que Tawan e, provavelmente, devem possuir alguma relação com o mesmo. 

Além disso, fiquei curioso com outra modificação no elenco. No romance, o melhor amigo de Tawan se chama “Nádia” e, mesmo com um nome aparentemente feminino, a personagem é um homem, tanto é que numa passagem, logo no início da obra, ambos os amigos ficam tensos com o boato que circula na Faculdade de que os homossexuais não são bem-vindos no curso.

Mas no fundo tudo não passa de um boato, e os dois conseguem se formar como médicos. 

Pois bem, a minha surpresa foi que quem dará vida à Nádia é uma mulher, e ela se chama Areeya Ponfutrakul, já atuou outras séries antes, porém não BLs. Aparentemente, fará par com o atendente de um café (essa parte se mantém fiel ao romance) que se chamam Mayom e será interpretado pelo Bank Mondop, artista de última viagem, e com fama no ramo da música. 

Confesso que fiquei chateado e ao mesmo tempo ansioso com essa decisão, pensei que talvez seria escalada uma atriz kathoey ou talvez um ator que iria interpretar um gay mais afeminado, idêntica a Nádia original, porém, estou com altas expectativa para essa atriz, que além de linda, espero que consiga viver a personagem com excelência. 

Expectativas

Estou com elevadíssimas expectativas para esse dorama. Depois do banho de água fria que tomei com “A Chance to Love”, a segunda temporada de “Love By Chance” (2018), e com a hecatombe de “The Shipper”, My Ride é a minha aposta final para os BLs tailandeses de 2020, um ano excepcional e caótico. 

Até o momento, minha personagem da favorita é o Mork, como já mencionado, apenas com 10 capítulos eu pude sentir a sinceridade e a pureza de uma pessoa que teve o seu coração partido e que vive os momentos intensamente. Preocupado com as pessoas ao seu redor e sempre respeitoso, Mork é uma pessoa que sempre está pronta para ouvir, não apenas atencioso, ele é um personagem completamente desconstruído e, por meio dos diálogos que ele tem com o seu tio mais novo, o qual tem mais intimidade, ou até mesmo com seu colega de profissão, Fuang, podemos perceber que todas as perguntas que ele faz não tem nenhum teor malicioso ou maldoso, mas sim curiosidade de alguém que quer entender o que sente. 

Fluke Pongsakorn dará vida a Mork. Foto: @myride.iloveyou / Instagram

Ops, acho que fiz um texto muito grande, mas juro que foi sincero. Espero de coração que o Fluke consiga dar vida de modo fidedigno ao personagem. 

Confesso que pelo trailer, eu também já simpatizei  com o ator. 

Bom, esse foi o guia que preparei para vocês. Espero que tenham gostado. Assistam a série quando for lançada! Eu ficarei responsável pelos reviews, que também serão a minha despedida daqui. 

Deixarei aqui o trailer piloto da série (com legendas apenas em inglês)  e logo em seguida todas as redes sociais do projeto para que os interessados possam ficar a par dos acontecimentos. 

Entrevista com Patrick: Youtube

Novel completa (em inglês): Amazon

Novel traduzida em nosso site: Novels BLB

Redes sociais do projeto: Instagram, Facebook e Twitter

Todas as informações técnicas foram retiradas do MyDramaList

Se você gostou dessa matéria, por favor, não deixe de curtir e expor a sua opinião. A sua interação é muito importante para a manutenção do site. Além disso, não se esqueça de seguir as nossas plataformas digitais, por lá, você tem acesso a todo o conteúdo produzido pela página como notícias, capítulos de novels, trailers, reviews e tudo mais.

A Boys Love Brasil agora tem uma loja! Lá, você pode encontrar acessórios como camisetas, canecas e almofadas do seu dorama, banda de k-pop ou anime preferidos. Se você ainda não conferiu, acesse clicando aqui.

Além disso, a BLB agora também possui uma editora! Se você tem interesse ou conhece escritores que produzam histórias, sobretudo LGBTQ e que gostariam de publicá-las online. Entre em contato conosco. Para acessar o site, clique.

Para acessar o site das Novels Boys Love, clique aqui.

Para acessar o nosso canal do Youtube, clique aqui.

Para nos seguir no Instagram, procure por: @boyslovebrasill ou clique aqui.

Para nos seguir no Facebook, procure por: Boys Love Brasil ou clique aqui.

Para nos seguir no Twitter, procure por: @bloversbrasil ou clique aqui.

Para nos seguir no Telegram, procure por: Boys Love Brasil ou clique aqui.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja