Todas as emoções para o final!

Todas as emoções para o final!

Hello guys, como estão?

Eu confesso que não estava preparada para esse episódio, mas segurei na mão de Deus e fui.

Nosso penúltimo episódio começa com Tin incorporando o Dominic Toretto de Velozes e Furiosos, torcendo para o Can não fazer nada de estupido. Pausa aqui gente! Se o Can não fizer algo estupido não é o Can, né? kkkkkkk

Bom, todo mundo já sabe que o Can deu um soco no irmão do Tin, então quando o Tin chega em casa e descobre por meio da empregada que o macaquinho está na casa dele é impossível ficar calmo e corre para proteger o mesmo. Mas, antes de chegar ao Can ele vê o irmão com gelo cuidando do machucado e prontamente se coloca na defensiva contra o irmão, porém não sei o que falar da sua reação, pois o mesmo diz que no final o Tin é o mais feliz. E…

E SAI! Como assim?

Nesse momento Tin consegue escutar a conversa no escritório do pai, onde Can pergunta para o mesmo como ele pode ser preconceituoso entre os filhos, já que o mais velho fez tanto mal para o Tin, como ele sendo pai não consegue ver o lado do Tin? Na verdade, Can engatou a primeira marcha e começou seu discurso sem permitir que o senhor pudesse falar algo; deixando, sem saber, Tin ouvir tudo, mas sem entrar na sala. Acredito que ele queria ouvir uma resposta do pai, do porque receber um tratamento tão diferente do irmão.

Contudo, o pai permanece quieto enquanto Can continua falando, Tin ao entrar no escritório recebe uma leve bronca do namorado pela demora do mesmo e se recusa a ser levado embora antes de resolver as coisas com o pai do mesmo. E, pasmem ou não mas o pai do Tin defende o menino dizendo que quer saber de TUDO que o filho mais velho fez.

Spongebob Long List GIF - Spongebob LongList List - Discover & Share GIFs
Can falando das vezes que Tul perturbou Tin kkkkk

Tin, sem acreditar, escuta da boca do pai as palavras: Talvez seja hora de ouvir, nunca conversei realmente com você ou seu irmão. Levando um leve esporro do Can que concorda que ele deveria ouvir sim e deixar de ser o pai preconceituoso. Mas, na verdade quem conta tudo é o Can enquanto Tin fica atrás do macaquinho totalmente indefeso. 

Essa posição é tão distinta do Tin que conhecemos que podemos entender que toda pessoa tem suas dificuldades e momentos de fraqueza, não tem nada de errado em se sentir fraco e nesse momento tudo o que queremos é alguém como o Can, nos apoiando e ajudando a lutar pela injustiça.

Enquanto isso, temos o Tul com a empregada tentando cuidar do ferimento do mesmo, mas ele se recusa, então ela pergunta:

Mesmo negando, a empregada praticamente o criou então ele resolve ser sincero e diz que precisava fazer isso, alegando que não deveria receber os elogios que não merecia do irmão.

SIM! 

Ele fazia de propósito para que Tin o odiasse. 

De volta ao escritório Can continua falando, mas o pai quer ouvir do Tin, porém ele se recusa a falar uma vez que o pai não acreditaria nele.E o pai, por sua vez, pede desculpas por ter machucado o filho e diz estar em dívida com os dois filhos. Antes de Can poder protestar contra a dívida do Tul, Tin quer saber onde o pai errou com ele. A resposta é uma só: Liberdade. 

A liberdade de poder ser quem quiser, escolher, decidir, estudar e falar. O pai conta que o irmão nunca foi feliz pois nasceu com o peso e a expectativa sobre ele, por isso diz ainda para Tin que o melhor era viver sem ter qualquer expectativa de alguém sobre ele, porque assim ele poderia decidir por conta própria.

Mas, o clima é levemente suavizado pela Can que não entende as palavras do sogro e pede que Tin explique para ele kkkkkk.

Para finalizar a conversa o pai pede que Tin o odeie, mas que dê a chance de perdoar o irmão e Tin, sob as reclamações do Can, aceita, desde que o pai aceite quem ele quiser amar.

Lágrimas gente! Lágrimas!

E antes de sair do escritório Tin escuta que o irmão irá se divorciar e diz para o pai que ele ainda irá provar seu valor, recebendo um  caloroso sorriso do pai ao dizer que se tiver outro filho talentoso para ajudar nos negócios ele ficará muito feliz. Ao sair do escritório o nosso casal deixa um velho senhor em lágrimas.

Confesso que doeu em mim.

Can bravo com o namorado por ter sido arrastado sem terminar de vez a conversa é recebido por um abraço e briga com o mesmo por não ter finalizado, mesmo com  quando o outro disse que acabou. Por isso, quando Can fala que ainda quer se vingar do irmão, Tin fala que se Can prometer algo para ele, contará a melhor forma de se vingar do irmão, Can ingênuo aceito prontamente pelo menor.

O melhor jeito de se vingar do irmão é Can ficar ao lado de Tin e fazer ele o homem mais feliz do mundo, com uma felicidade que o irmão nunca pôde ter. Can, como um bom namorado que é, promete sem nem hesitar, deixando Tin em lágrimas ao dizer que ama o menor.

Mudando um pouco de ambiente, temos o Techno falando com o Type no telefone, mas logo desliga ao ver que Kenkla deixou uma carta para ele pedindo desculpas, uma vez que P’No não quer nem mesmo ver ele ou atender suas ligações. P’No, sem saber que o mais novo o aguardava na frente de casa, abre a porta e dá de cara com ele, mas antes que o mesmo pudesse falar ele fecha a porta para poder surtar, pois:

1. Kenkla escreveu uma carta,

2. Esperou na frente de casa até que ele saísse,

3. E, por último mas não menos importante: Estava ainda mais bonito.

Eu sou meia suspeita pra falar sobre esse casal, pois achei que ficou muito estranho o modo que começou, mas ok, fazer o que, né?

Voltando para a casa do Tin, temos Tul em um momento reflexivo sendo interrompido pelo irmão, que foi buscar comida para o Can por isso recusa a se sentar com ele.. Numa conversa sincera Tul se abre com Tin e conta o fracasso em que se encontra, divorciado e infeliz. Ainda assim Tin não joga sal na sua ferida.

Antes de sair Tul dá um conselho para o irmão, cuidar do amado e não cometer erros como ele.

TinCan tem um momento muito fofo juntos, até o menor dormir e Tin começar a se lembrar da pedra que o irmão estava segurando na cozinha, e diz o nome de Gonhin, aquele menino que Tin o machucou e que apareceu nos episódios anteriores. 

Um flashback mostrou a conversa entre Gonhin e o pai de Tin e Tul, em sua demissão, por não poder mais ficar e  proteger Tul, que agora estava formando sua família. O pai dos meninos diz que a casa sempre estará aberta para o mesmo e que mesmo agora nem ele pode ajudar seus filhos. Depois disso temos uma visão diferente de Tul, se recusando a deixar que Gonhin saísse de sua vida.

E como pedido de Gonhin, Tul cria o seu filho com muito amor e carinho, mas ainda é infeliz.

Para quebrar o drama, temos cenas divertidas de Can contando para Ae como resolveu as coisas na casa do namorado, sendo zuado pelo Pond. E Mai, que estava sumido dos episódios, apareceu para saber sobre a música que Ae está ajudando a compor. Pond conta que nos mês que vem terá um festival de música onde a banda se apresentará, nisso ele vê Tin chegando e Can logo se vai, deixando os três conversando sobre o festival.

Já nosso TinCan parece ter sua DR pelo ciúmes do Tin ao ver Can brincando com o Pond e para fazer as pazes, Can dar uma bebida para o namorado. Na conversa Tin comenta que quer viajar por mais ou menos uma semana e ao ignorar a minha pergunta e do Can sobre onde vai, ele mostra o vídeo que Pond mandou do namorado. Can logo se sente envergonhado com a situação e inesperadamente fala que independente disso não mentiu, já que Tin é dele <3.

Agora temos Tum e o Stalker lutando para conseguir transformar a linda história do Ae em uma música, e depois de muitos rascunhos e suspiros a música saiu. Celebrando ao lado do amig, Tum diz que nunca se sentiu tão confiante com algo como nessa música.

Na reta final do nosso episódio, temos Tin saindo de viagem e Can com seu merchandise da bebida kkkk.

Será que ele tá indo ver o Pete? Porque raios é que não fala :@

Tar, irmão do Tum, vê a foto do irmão e se pergunta quem é o amigo que tirou e postou na rede social, eu digo: FOI O STALKER kkkk.

Errei! Tin foi ver o Gonhin.

E, acabou.

Semana que vem nosso último episódio hein?! 

As tretas que eu imagino: Tar e o amigo do Tum. Gonhin e Tul. Can com saudades e Tin fazendo uma surpresa? Será? E Ae… não sei o que esperar….

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja