SEMENTE DE AMOR,REGADA PELA GENEROSIDADE DE UM MARAVILHOSO SER

SEMENTE DE AMOR,REGADA PELA GENEROSIDADE DE UM MARAVILHOSO SER

Olá meus amores, estamos de volta para mais um review de Oxygen The Series, que nos reserva fortes emoções, então vou logo avisando para prepararem os lenços que as lágrimas vão rolar. 

Para dar liberdade a meus sentimentos dissertarei por partes, não para prolongar o sofrimento, mas para assimilar a carga de emoções em cada cena. Logo de entrada, nos deparamos com imagens da demonstração de amor mais pura que há no mundo, amor de mãe! Já podem imaginar o que vem a seguir né?

Antes de falarmos de amor materno, vamos de casais apaixonados. Solo fez uma linda declaração de amor cantante no aniversário de Gui, agora especialista em leite morno, e ele quer retribuir da mesma forma, com uma canção de presente a seu amado. Para aprender usar o som de suas cordas vocais Gui pede a ajuda de Kao, que dá um ótimo conselho, cantar com o coração. Em retribuição a dica Gui proporciona a Kao um delicioso momento, contando que ele poderia encontrar um certo alguém que faz compras para o almoço naquele exato instante. Claro que Kao não perdeu tempo e correu ao encontro de seu administrador preferido no mercado, nesse encontro Kao até  citou uma frase usada muito na série TharnType, “Você consegue tudo que odeia”. Quem assistiu o drama sabe o significado. 

O encontro rendeu um convite para almoçar e era de se esperar que tivéssemos declarações nas entrelinhas como: avental de casal, medo de machucar um ao outro, o prazer de ser tocado pelo outro e algo que pode ser um dica futura sobre quem será o seme e  o uke da relação, com a frase “ nascemos um para o outro, você cozinha eu como”. Pode ser paranoia da colunistas, mas pode fazer sentido. 

Como nosso casal SoloGui agora mora junto, Solo espera Gui terminar o trabalho para irem para casa e algo inesperado aconteceu, com a entrada do lindo jovem Phamuk no café a procura de um barista bonito que ali trabalha. Podem imaginar a reação de Solo ao ouvir essa pergunta, pois evidentemente descrevia seu manorado e somente com o olhar lançado ao novo rosto passou o recado que esse funcionário do estabelecimento já tem dono.

 A felicidade de Gui foi grande porque Pramuk é um amigo de infância e relembraram algumas coisas do passado e em meio a esse papo, Solo contou sem querer um segredinho de casal ao falar sem querer que gui não goste que dê banho nele, comparando a um cachorrinho que o amigo de Gui descreveu do passado, que também não gostava de uma lavada de pelo, o que nos deu a entender que nosso casalzinho tem tomado uma ducha juntos. Normal afinal são namorados, mas não deixa de ser fofo quando ouvimos. 

Logo a seguir desse momento fofo/constrangedor, começa o de partir o coração. O amigo do barista veio trazer alegria e tristeza ao mesmo tempo, contando a Gui que a pessoa que o criou, sua grande mãe, está gravemente doente. A notícia abalou Gui, que já fazia planos de visitá-la acompanhando de seu namorado e agora terá que adiantar sua visita.

É meus queridos, Gui está passando por uma situação muito dolorosa. Se despedir de alguém que te ensinou a seguir em frente com a vida quando não te restava mais nada e nem ninguém, a mãe que cuidou dele após o fechamento do orfanato em que passou parte da vida, que continuou cuidando dele até quando ele teve condições de se cuidar sozinho. Agora ele sofre por não poder fazer muito por ela em seus últimos dias de vida, ao não ser ficar a seu lado, pois sua presença era o que ela esperava para poder descansar. Saber que ele está feliz e tem alguém que o ama a seu lado a deixou mais contente.

No almoço do nosso casal PhuriKao surgiu um convite para um rolê na noite, com Ryan um amigo de Drake Phuri. Kao como sempre é simples e natural, usou um look nada formal que todo jovem extrovertido usa para ir a bares a noite, camiseta shortinho e chinelo. Esse encontro nos deixou com a pulga atrás da orelha sobre como é Pham, o irmão mais velho de Phuri. Segundo Ryan e as dicas vagas que deu sobre, Pham parece ter uma personalidade difícil, entretanto parece que Drake fez uma boa escolha para amar na visão de Ryan, vendo em Kao potencial para conquistar o mais velho, que parece ser um possível obstáculo para o casal PuriKao no futuro. 

A Khim fujoshi tem feito tratamento de sua doença pulmonar, todavia ela tem fugido de uma das parte fundamentais, que é a fisioterapia. Para fazer com que ela faça tudo direitinho, os doutores usaram outro método de persuadi-la e Khem agora fez parte dele. De certo que queremos a saúde dela melhore, e com isso ficamos felizes em ver Perth e Petch juntos, mesmo sendo em prol de uma paciente, sem falar que isso pode causar um triângulo amoroso com a aproximação dos doutores com Khem. 

Como explicar a garra de Ashara Kao para agradar e persuadir o administrador Phuri em estar e ir a algum lugar com ele e para isso tem feito igual bombril, mil e uma utilidades, massagista, cozinheiro, acompanhante e entretenimento, tudo para ter ao menos um sim como resposta para seus convites. Lógico que toda suas ações são para deixar seu amado alegre, sorridente e tem funcionado ao ver a carinha de contente de Drake.

Solo não pode ir de imediato com Gui para visitar a grande mãe, mas a tecnologia aproxima pessoas de lugares distante e por chamada de vídeo o desejo de Solo de conhecer a sogra foi realizado. Emocionado, o músico fez uma declaração de amor em forma de fotos, com registros dos momentos alegres que passou com Gui. Retribuindo o amor do jovem pelo seu filho, a grande mãe da sua benção para o casal. Conhecemos mais dois irmãos de criação de Gui além de Pramuk. Não foram falados os nomes e provavelmente saberemos no próximo episódio. 

É chegada a hora mais triste do episódio, Gui teve que se despedir de sua amada mãe. A dor de perder um ente querido é tão inexplicável como amar! A colunista nesse momento se encontra em lágrimas por conhecer a dor, por ver uma cena como esta e ter vivido uma igual e real. Mesmo sabendo que é parte de uma produção e encenação, não deixa de ser doloroso. Gui teve a força de seus irmãos mais velhos que estiveram ao lado dela até ele, o grande Irmão, aparecer para se despedir. Para completar seu consolo e dar mais forças, Solo estava lá para o abraçar, dividir  seu pesar e desabafo.  

Finalizamos esse capítulo com o coração partido pela dor de Gui. Tivemos momentos alegres de lembranças de um passado de dificuldade e feliz, porque puderam ter em que se apoiar e quem amar. Espero que tenham gostado! Curtam, cometem e sigam as redes sociais da Boys Love Brasil.

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja