Sakura Card Captors e a LGBTQIA+

Sakura Card Captors e a LGBTQIA+

Dando continuidade ao Mês do Orgulho que vêm trazendo uma programação de conteúdos estratégicos para deixar cada vez mais o brilho galáctico do conhecimento acesso em seus corações. Desta vez, vamos falar de um anime querido pela grande maioria, falo de Sakura Card Captors e suas relações LGBTQIA+, vem comigo!

Sakura Card Captors: Primeiras impressões da nova temporada ...

Sakura Card Captors é uma história do grupo CLAMP, que é composto por autoras das quais idealizam de forma ampla as relações humanas, as quais são reproduzidas para o anime de forma implícita ou explícita, dependendo da forma com é vista. Em primeiro ponto, a trama possui várias vertigens que não giram só em torno de Sakura e Syaoran, mas sim a relação de Yukito e Toya que até é um certo enigma, pelos elementos insuficientes que demonstrem a relação sentimental entre os dois, e a personalidade mágica de Yue.

O Poderoso Manifesto LGBT de Sakura Card Captors – Tangerina Mecânica

Se formos analisar a construção sentimental do garoto Syaoran ao longo da trama, percebemos que o fator idade é um elemento que deixa muitas vezes dúvidas na mente do garoto que horas sente atração sentimental por Yukito e logo após por Sakura. Porém, não podemos esquecer que a idade dos personagens é o momento em que os aspectos sexuais e descobertas são bastantes comuns e se tornam evidentes, pois é uma fase em que ocorrem mudanças significativas, inclusive no psicológico do ser humano. Com o adiantar da trama, percebemos que a relação de Yukito e Toya possui uma configuração mais íntima, pelos mesmos além de fazerem quase todos os trabalhos juntos, Toya demonstra a importância de seu colega em sua vida, chegando ao ponto de passar seus poderes mágicos ao corpo do mesmo para que Yukito não desaparecesse, salvando inclusive Yue, que não desenvolve essa afinidade a princípio com Toya.

Contudo, a partir do momento que passa a conviver e receber sentimentos verdadeiros vindos do colega de Yukito, acaba por se ligar sentimentalmente com o rapaz, que não aceita o convívio forçado com Ruby Moon, que se diverte fazendo ciúmes a Yukito em seu dia a dia na escola.

Todavia, a relação dos garotos não é muito aprofundada na recente continuação de Sakura Card Captors: Clear Card-hen (2018), em que o foco não foi o desenvolvimento da relação de Yukito e Toya, mas a preocupação com a recuperação dos poderes de Toya, afastando a figura da relação homoafetiva entre os dois, trazendo uma estagnação e imagem de mera irmandade entre ambos. Caso este não visto no desenvolvimento da relação sentimental de Sakura e Syaoran que desde o primeiro anime veio se aprofundando de maneira delicada, pois além da faixa de idade não requerer uma relação com teor sexual, o perfil da trama era o desenvolvimento da relação de forma natural, respeitando a configuração social da cultura oriental, que é baseada na timidez e frieza do japonês, o que continua se repetindo no novo anime, que não muda o status da relação deles.

Contudo, não podemos esquecer das lendas em torno da relação de Tomoyo com Sakura, que era vista por muitos como algo lésbico, pelo fato de Tomoyo acompanhá-la nas capturas das cartas Clow, nos testes aplicados por Eriol, nas confecções das roupas e o sentimento que iam além de uma irmandade para muitos.

Render #265- Sakura y Tomoyo by fania98 on DeviantArt

No entanto, é notório que a intenção dos autores a pluralidade das relações, naturalizando as configurações das relações humanas desde o período pré-puberdade, misturando os sentimentos dos personagens, desde de uma bissexualidade, passando a uma heterossexualidade e deixando implícita a homossexualidade de vários personagens, característica das histórias do grupo CLAMP.

Vale ressaltar que por ser um anime adaptado para agradar o público mais infantil, os sentimentos de Yukito e Toya nunca foram explícitos e muitos justificavam como sendo uma amizade íntima. Mas no mangá, é inegável que ambos sentem mais do que amizade. Assim como os sentimentos de Tomoyo em relação à Sakura, que são somente confirmados e explícitos no mangá.

Sakura Card Captors para quem não assistiu ou acompanhou, vai desde o aspecto da pré-puberdade, mostrando as modificações sentimentais, semeando e nutrindo as expectativas de um shipper que se eterniza no mundo das alices que sonham com a possibilidade não só com a concretização das relações entre os personagens, mas com o mudança dos status relacional de ambos, que se formos analisar o CONFUSO e MAL-FEITO anime TSUBASA CHRONICLES, podemos tirar grandes finalizações relacionais dos personagens outrora explorados em Sakura Card Captors.

Se você ainda não assistiu é uma ótima chance para assistir. E, depois vem contar para gente!

Sigam as redes sociais da Boys Love Brasil!!

Twitter: @boyslovebrasil
Instagram:@boyslovebrasil
YT & FB:Boys Love Brasil
Telegram:@boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja