Rússia censura animação por fala lésbica

Rússia censura animação por fala lésbica

O direito de “ser” sendo roubado bem na nossa frente

“Onward”, que no Brasil ganhou o nome “Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica”, é uma animação, lançada em março de 2020. Conta a aventura entre dois irmãos elfos em busca da magia esquecida no mundo moderno para ajudar “metade” de seu pai ressuscitado. Como mais um filme animado da Pixar, o tema é bastante voltado para uma produção emocionante baseada na relação familiar, o companheirismo e a confiança entre os membros da família Lightfoot.

Dois Irmãos": Tudo sobre a nova animação da Disney Pixar, que ...

   Contudo, mesmo tendo uma mensagem e significado tão lindo, a animação foi censurada e até mesmo banida em alguns países pelo mundo devido a uma pequena fala de uma personagem, a policial Specter comentou rapidamente sobre as dificuldades de maternidade com a criança da sua namorada. E, isso foi mais do que suficiente para criar polêmicas dentro de países do Oriente Médio e da Rússia.

Disney apresenta sua primeira personagem LGBTQ em animação
Ela é representada pela policial mais alta.

Não seria a primeira vez que a Rússia, em especial, teria censurado filmes com passagens LGBTQ+, no ano passado, houve um rápido beijo gay entre duas integrantes da Resistência em “Star Wars: A Ascensão Skywalker”, essa cena foi, então, removida do filme pelos censores russos.

Star Wars: Disney retira beijo lésbico em Singapura e no Dubai ...
Cena de Star Wars

Em Onward, a fala da policial foi descaradamente alterada para “meu namorado”.

Infelizmente não há surpresa alguma em relação às censuras homofóbicas cometidas por países asiáticos e pela Rússia, visto que são regiões onde pessoas LGBTQ+ ainda enfrentam muitos desafios legais e sociais todos os dias, como multas, prisões e até mesmo torturas por apenas serem eles mesmos.

Pesquisas recentes indicam que a maioria dos russos é contra a aceitação de homossexuais e apoiam leis que os discriminam. A Russia ainda é um país extremamente conservador em relação à comunidade.

Levando-se em conta tudo o que foi observado, é claro que mesmo depois de anos de luta do povo LGBTQ+, ainda há um preconceito enorme em grande parte do mundo. A guerra ainda está longe de terminar, e enquanto houver essa discriminação, eles não se calarão, irão batalhar até o fim pelo direito de ser, em todos os sentidos da palavra.

Fontes: Wiki e Cine Pop.

Texto de: @tharnsbaby
Revisão de @amanda

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja