REVIEW WHAT DID YOU EAT YESTERDAY? #6 E #7

REVIEW WHAT DID YOU EAT YESTERDAY? #6 E #7

Já assistiu seu bl hoje? Se acomodem bem, pois hoje o review terá confusão.

O capítulo já tem início com o Kohinata propondo um jantar a Shiro e sua colega se mostrando muito atarefada e pedindo ajuda com uma novata que poderá trazer problemas a Shiro.

A colega de Shiro precisa fazer um favor para um cliente e cuidar de uma estagiária, o indicado é que estagiárias também tenham superiores mulheres, por uma questão de segurança, o número de mulheres no Direito cresceu, assim como o assédio às estagiárias.

Mas como a advogada estava precisando que alguém cuidasse da estagiária ela argumenta: “ Não tem porquê negar a uma mulher a chance de trabalhar com homens só por causa do seu gênero”, “O gênero não quer dizer nada no local de trabalho” ela continua: “ Muitos homens também se sentem ridicularizados por esse discurso. Nem todos os homens atormentam as mulheres. A maioria dos homens tratam as mulheres com respeito” e assim termina, pedindo para que Shiro prove que ela está certa, e ele não recusa. Logo em seguida Kohinata manda mensagem falando que estará disponível nas terças e quartas-feiras a noite durante a próxima semana.

Na próxima cena o Shiro já está em casa, conversando com Kenji, que começa a se lamentar pela estagiária que ficará apaixonada pelo distinto cavaleiro, bem-sucedido e bacharel, mas que é gay. Durante a conversa do casal, Kenji se lembra que terá uma reunião na terça e não poderá jantar em casa. No dia seguinte, nosso advogado conhece a estagiária, Nagamori Yumi, ele a leva para o Tribunal Distrital de Tóquio, o caso era um processo civil de indenização por danos materiais, onde estão representando o queixoso. Quando estão saindo do escritório ela acaba caindo e ele ajuda ela, se estivéssemos em um dorama essa seria a hora em que o casal se apaixona. As coisas já não estavam indo bem para Shiro, e só “melhoram” quando ele recebe a mensagem “ Perdoe minha persistência. É o Kohinata. Eu preciso que você me encontre sozinho”, Shiro não parece gostar muito do fato de a estagiária estar sendo tão simpática com ele.

Após o encontro com o cliente, Shiro vai para o restaurante com Yumi, ele está tão obcecado na ideia de quê a menina se apaixonará por ele que para se sentir mais seguro, no sentido “ela tem um namorado e não irá se apaixonar por mim”, acaba perguntando se a mesma possui um namorado, essa pergunta acaba deixando Yumi desconfortável e no fim do expediente ela conta a Uemachi, a colega que em tese seria responsável pela menina. Shiro conversa então com sua colega que declara que a estagiária começará a trabalhar com outro colega de trabalho de Shiro, pois ele é casado, tem família e é alguém mais confiável. ~Esse de fato não é o dia de Shiro, e se você acha que as coisas não podem piorar, vai ver que podem.~

Shiro vai ao restaurante jantar com Kohinata e mais uma vez nosso protagonista acaba metendo os pés pelas mãos, ele supõe que Kohinata está interessado nele, porém, o jantar foi marcado para que Shiro conhecesse Wataru, que pessoalmente não era loiro e tão maravilhoso como Shiro imaginou, nem pareceu ser tão mimado como Kohinata descreveu, ao chegar em casa, Shiro encontra Kenji no sofá um pouco alcoolizado, ao ser questionado onde estava, Shiro acaba mentindo, falando que estava com um colega de trabalho e aconselha Kenji a ir para a cama.

No dia seguinte Shiro está inspirado, faz dois pratos diferentes para o almoço e depois dele, conta do jantar com Kohinara e Wataru, o episódio acaba com Kenji pensando que o jantar foi mais engraçado do que de fato foi e pedindo para conhecer o casal.

Vamos para o episódio 7! Já devo dizer que por enquanto este é meu episódio favorito, como posso dizer? A viadagem está no ar! A primeira cena já é um encontro de casais, onde temos Shiro com Kenji e Wataru com Kohinata, o último casal mencionado briga bastante pelo que podemos ver, durante a conversa conseguimos descobrir algumas coisas sobre nossos personagens briguentos e misteriosos, descobrimos que Kohinata é um agente de talentos e já trabalhou com a Mitsuya Mami uma artista da qual Shiro é muito fã, isso acaba levantando a questão de Shiro ser bi, mas o mesmo acaba falando que é gay, então os meninos começam a falar de assuntos do meio, como a vida escolar e todas as mentiras que devem ser contadas para posarem de hétero e coisas do tipo.

Kenji sai feliz do jantar, pois aquela teria sido a primeira vez que saem com outro casal gay. No dia seguinte, Shiro está doente e Ken é liberado do serviço mais cedo, apesar de nosso protagonista não estar bem de saúde, Ken está bem empolgado, pois poderá cuidar e mimar seu parceiro, que em outras circunstâncias não o deixaria cozinhar e nem ficar mimando-o tanto. O jantar, apesar de alguns transtornos, acaba ficando gostoso e do agrado do nosso Master Chef. Não sei se contei, mas Shiro pegou foi uma gripe, Kohinata o encontra para lhe dar pó de gengibre, o agente de talentos leva seu Gilbert e, depois de um tempo Kenji chega, eles acabam jantando e conversando, conversa vai, conversa vem, e o tema “seu tipo ideal” acaba chegando, então descobrindo que Kenji não faz o tipo de Shiro, mas Shiro escolheu ele, então podemos supor que nosso advogado deva amar de fato nosso cabeleireiro. Para Kenji, seu tipo ideal é o Saeba Ryo de City Hunter, quando os meninos falam que Ken nunca achará alguém igual seu personagem, ele diz que já o encontrou, Shiro é seu Saeba Ryo.

Na manhã do próximo dia, nosso chef de cozinha está fazendo um bolo para dar de presente a Kohinata, Kenji suspeita dessa atitude inusitada de Shiro, mas logo descobre que tal atitude se dá porque Kohinata havia conseguido para ele um ingresso para ver a Mitsuys Mami e, na verdade, aquele jantar não era para dar o pó de gengibre e sim o ingresso, o episódio acaba com Ken questionando se Shiro tem interesse em mulheres.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja