Review – Gaya Sa Pelikula – Detalhes da Descoberta do Amor

Review – Gaya Sa Pelikula – Detalhes da Descoberta do Amor

Eu sei que estou em falta com vocês e estou devendo alguns reviews, porém como os episódios são tão curtinhos eu estava esperando acumular alguns para falar de um modo geral da série. Contudo eu jamais poderia imaginar que três episódios me fariam ter tantas emoções e refletir sobre várias coisas.

Uma comédia romântica ao maior estilo filmes de natal da, Netflix, só que em formato de seriado e o melhor de tudo está disponível para nós gratuitamente diretamente no CANAL OFICIAL NO YOUTUBE e isso só confirma o que eu já venho falando aqui no site há algum tempo, as produções Filipinas apesar de serem em sua maioria de baixo orçamento, não ter patrocinadores grandiosos e marcas famosas, foram e estão sendo uma grata surpresa.


DESTE PONTO EM DIANTE PODE CONTER SPOLIERS

Ao contrário dos outros reviews este eu quero começar parabenizando ao roteirista e ao diretor. Juan Miguel Severo escreveu uma série que vai muito além de entretenimento, pois de uma forma sutil e necessária, em cada episódio trouxe falas elaboradas de forma a tocar a cabeça das pessoas para elas refletirem. Cada detalhe, seja ela no início ou no final de cada episódio, mostrou o crescimento e o amadurecimento do protagonista até culminar na cena do episódio seis que encantou a todos, se tornando uma das cenas mais lindas das séries BL. Se por um lado Juan foi mais que feliz na sua escrita, JP Habac, o diretor, soube transpassar para os atores que davam vida aos personagens cada detalhe das linhas escritas no roteiro. E por falar em detalhes, Habac trabalhou os elementos presentes no texto, de objetos a gestos e afetos de cada episódio apresentado até agora de maneira majestosa.

Começando a partir do episódio três ao retratar as diferenças e as dificuldades de se viver com outra pessoa, Vald desorganizado e preguiçoso, se apossa e realmente faz morada do apartamento do tio de Karl, deixando roupas por toda a casa, não lavando as louças que suja e ligando veemente o botão de tô nem ai. Tal comportamento contrasta diretamente com Karl que é altamente metódico e organizado, acrescentando assim um drama a mais ao episódio, como não poderia deixar de ser não é!?

Ainda no episódio de número três, temos um Karl sendo levado ao seu limite e finalmente provocando a grande briga dos colegas de quarto quando ele fala para Vlad: “Vá em frente, nem sua mãe quer você por perto, porque eu iria querer?” Acertando bem na ferida de José Vladmir. O garoto nesse ponto entrega a sua chave da casa para o colega de quarto e fala que voltará no outro dia para buscar o restante de suas coisas, mas não sem antes explicar o motivo de não ter arrumado a bagunça.

Contudo temos Judit que chegou no apartamento logo após a briga dos dois, a irmã de Vlad logo exige a presença do irmão ali e pede para que Karl ligue para ele. Em uma conversa muito bacana entre Judit e Karl o dono provisório do apartamento diz a seguinte frase para a mulher: “Sem ofensas, mas eu acho que não estamos na posição de dizer ou não o que o Vlad pode tolerar”. Meus caros amiguinhos e foi a partir daí que José, que a proposito estava ouvindo a conversa, viu que estava se apaixonado pelo colega de quarto.

Sem se esquecer da comédia ou melhor, sabendo dosar conflitos, dramas, brigas e humor de maneira certa, tivemos uma cena que nos fez rir bastante, que é cena em que o Karl todo inocente manda a Judit guardar a camisinha na geladeira achando que é alguma comida  ao algo assim. Por fim terminamos o episódio com Vlad e Karl de bem novamente e um indicio de um possível sentimento surgindo também da parte do estudante de arquitetura.

Aniversário, natal, presentes e ciúmes, sim eu sei que parece que eu estou descrevendo a sinopse de um filme de romance natalino, com trilha sonora sendo embalado por “All I Want For Christmas Is You”, no entanto essa é a descrição perfeita para o episódio quatro. De um lado temos Arki, apelido carinhoso que Vlad deu para o Karl, decorando toda a casa e deixando ela no clima de natal. Em contraponto temos José Vladmir que faz aniversário no dia de natal, no mesmo dia do “Menino Jesus”, e que odeia aniversários e mais tarde vamos entender o porquê disso. Entre o amor de um pelo natal e ódio do outro por aniversários temos uma vizinha sem wi-fi que vai até o apartamento dos meninos pedir para usar a internet deles para finalizar um trabalho.

Anna, muito doidinha por sinal, além de usar a internet dos meninos ainda se convida para assisti um filme com Karl, e é justamente ai que entra a trama de ciúmes meus amigos, pois vendo que Arki está dando uma atenção a mais para a vizinha Vladimir faz de tudo para chamar a atenção de Karl, o que acaba culminado em uma briga dos dois e isso faz com que José Vladmir passe a noite sozinho e neste ponto nós vimos qual é a dimensão do sentimento que ele já estava cultivando por Karl.

Bêbado e sozinho Vladmir comemora seu aniversário dançando solitário pela casa e então ele tem a alucinação mais doce do episódio, que é a imaginação dele mostrando o Karl entrando pela porta e o abraçando. Por fim, meus amados leitores, temos no outro dia pela manhã de fato Karl chegando com um bolo de aniversário improvisado feito de panquecas e desejando feliz aniversário para o seu colega de quarto.

Aproximação, talvez seja essa a palavra que melhor defina o episódio de número cinco dessa incrível obra, com Vlad e Karl mais próximos o episódio cinco mostra um José Vladmir já entregue ao novo sentimento que surgiu para com o Arki e com isso Vlad faz de tudo para agradar ao menino, cozinha, limpa, lava, passa e assiste filmes cults. Após uma briguinha boba que qualquer casal tem, (sim só eles que não sabem, mas eles já agem como se fosse um casal) a reconciliação vem através de uma cena de brincadeiras, como também acontece na maioria dos relacionamentos.

Sem energia literalmente, os meninos voltam para a casa e Arki vai tomar um banho e quando sai do banheiro mais uma vez só é comprovado o que nós já sabemos, José Vladmir quase cai ao chão quando ver o menino que ele gosta só de toalha e ainda molhado do banho. Anna novamente chega no apartamento dos meninos e desperta ciúmes no Vlad, no entanto em todas as partes em que a moça surge na vida dos dois é bem nítido que ela não está lá para separar ou causar discórdia entre Arki e Vlad. Outro acerto grandioso da série. Após histórias de terror e medo todos aproveitam que está sem luz e decidem ir beber no terraço.

Leitores amados, de declaração amor involuntária a conscientização, essa foi uma das cenas mais bem construídas da série.

– Mas você nem parece gay!

– Isso não é um elogio Arki, lembra que conversamos sobre micro agressões?!

Sim meus caros uma série também pode ser usada para conscientizar, eu sei que para algumas pessoas essa informação pode ser chocante, mas Gaya Sa Pelikula usa dessa premissa com enorme sabedoria. Privações, de quantas coisas pessoas LGBTQIA+ são privados durante a vida? Andar de mãos dadas, abraçar seu companheiro ou companheira, ou mesmo uma simples dança em um baile escolar. A série trouxe isso de forma inteligente e levantou a questão de maneira a fazer com que as pessoas que assistem possam refletir sobre privilégios e limitações impostas por uma sociedade preconceituosa. Para terminar o episódio tivemos a linda e bem feita cena de Vladmir e Karl dançando juntos e quase se beijando, por essa dança Arki percebeu que, apesar de não saber direito o que era, ele sentia algo pelo Vlad.

Episódio seis, tantas emoções, tantas descobertas, tantas, tantas e tantas coisas que acometeram que eu vou dividir por personagens o que eu tenho para escrever aqui. Começarei então por Judit.

A Caricata e espalhafatosa irmã de Vladmir, que foi muito criticada e algumas pessoas julgaram-na por falas e atitudes exageradas dela para com irmão e com o suposto namorado dele. Uma vez em um curso que eu estava fazendo de teatro circense o instrutor me disse: “por trás de todo palhaço há uma história triste ou de arrependimento”. Esta talvez seja a grande escapada da personagem ao se tornar uma irmã caricata e desesperada ela mostra para o irmão que ela o apoia, porque lá no passado ela culpou o irmão e a orientação sexual dele pelo fim do casamento dos pais deles. E só agora depois de anos ela finalmente, no episódio seis, teve coagem de encarar isso e se desculpar com o irmão.

Vladmir, o rapaz confiante que com orgulho, assim como deve ser, não tem medo e nem vergonha de declarar a sua orientação sexual. José Vladmir o estudante de cinema que está a todo custo tentando fugir da mãe. Qual a real história desse homem que conquistou nossos corações? Seis anos, essa era idade que ele tinha quando seu próprio pai, que até ali era um herói para ele, bateu nele porque ele demonstrou, mesmo sem saber, indícios de que poderia vir a gostar de pessoas do mesmo sexo que ele.

Como se não bastasse para ele ter seu mundo desfeito sem sequer entender o motivo direito, no aniversário dele foi a última vez que ele viu seu pai, que saiu sem dizer adeus, sem sequer dar um abraço no filho que ele dizia tanto amar. Lembra que eu falei acima que Vlad odiava aniversários? Imagina carregar por anos a culpa de ser o motivo da separação da família?

Karl Frederick Almasen, qual Karl? Com toda a certeza a história de Karl foi a que mais me impressionou. Irresponsabilidade parental, isso resume muito bem tudo o que os pais de Akri causaram na vida dele. Karl deveria ter um irmão mais velho, mas os pais deles tiveram a brilhante ideia de colocar uma criança de nove anos sozinha para aprender a nadar no mar. Sim, isso acabou em tragédia e Karl Frederick morreu, calma não o Karl que vimos na série, mas sim o irmão dele.

Pasmem, pois sim os pais de Karl colocaram nele o mesmo nome do irmão falecido, não satisfeito com essa bizarrice eles ainda transferiram para o “novo” Karl as roupas, os brinquedos, as responsabilidades e os sonhos do filho morto.  Isso impediu Arki de até viver sua própria vida, ter seus próprios sonhos, seus próprios projetos e tomar suas próprias decisões. Imagina viver uma vida planejada para uma pessoa que já morreu? É assim que Karl vive desde que nasceu.

Como a gente descobriu todas essas coisas dos personagens? No episódio seis que foi ao ar sexta, dia 30 de outubro Judit, a irmã de José Vladmir, descobre que o irmão está em um relacionamento fake com Karl e obriga o irmão a voltar para casa com ela. Só que já era tarde demais, pois Vlad e Arki já estavam apaixonados um pelo outro.

Karl toma coragem de enfrentar os pais e decide dizer para eles que não quer mais cursar arquitetura, Judit e Vlad se acertam e ela acaba percebendo que o irmão já estava completamente apaixonado pelo “namorado fake” e manda ele correr atrás dele. Do outro lado, já livre de uma das amarras que prendia ele, Karl se liberta e faz uma festa particular e finalmente dança livre.

Finalmente, com uma das sequências de cenas mais lindas que eu já vi em series BL, Vlad e Arki se encontram e dançam livremente juntos até que finalmente, assumindo que sente algo por Vladmir, Arki o beija. Então eles se sentam e conversam realmente sobre a vida deles, para que eles possam se conhecer melhor e é onde conhecemos um poco mais sobre a vivencia dos dois. Por fim o episódio acaba com os dois deitados e abraçados na cama, como um lindo casal.

Como eu disse lá nos primeiros parágrafos a série foi muito, em cada detalhe, como por exemplo o fato do Vladmir não gostar que mexam no cabelo dele, mas no momento em que ele e Karl finalmente se entendem ele aceita o carinho do outro em seu cabelo. Detalhes como o chaveiro dos meninos serem uma câmara de gravação. Detalhes como no final de cada episódio na cena pós créditos eles vão se aproximando cada vez mais.  Detalhes, talvez essa seja a melhor palavra que descreva essa obra de arte que está sendo Gaya Sa Pelikula.

Faltando apenas dois episódios para chegar ao final, de acordo com trailers e previas, ainda podemos esperar alguns conflitos que os meninos tenham que resolver, consigo mesmos e com suas famílias. Por fim eu espero mesmo que os pais do Karl entendam o mal que estão fazendo com o filho e adquiram de fato uma responsabilidade afetiva.

E Vocês o que esperam dos episódios finais?

Gaya Sa Pelikula
10
Direção
9.5
Atuação
10
Trilha Sonora
9
Fotografia/Vídeo
9.5
História
Redação 9.6 / 10
Usuários (3 Votos) {{ reviewsOverall }} / 10
O que as pessoas acharam... Dê sua nota
Сортировать:

Seja o primeiro a deixar um comentário.

User Avatar User Avatar
Verificado
{{{ review.rating_title }}}

На этот отзыв еще нет ответов.

Avatar
Show more
Show more
{{ pageNumber+1 }}
Dê sua nota

Your browser does not support images upload. Please choose a modern one

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja