O início de um sonho – Dois Amigos, Dois Caminhos – review 02

O início de um sonho – Dois Amigos, Dois Caminhos – review 02

Round 2: O Rival 

Como vão apreciadores da cultura asiática? Membros do Vale dos Unicórnios? Hoje, trago para vocês o segundo review da série tailandesa Dois Amigos, Dois Caminhos, também conhecida como Hook. 

O último episódio acabou com o Saifah pedindo para ser treinado na Academia Wanchai, e o segundo episódio já começa com ele treinando e sendo orientado por Ying (irmã de Man). Após o treino, o aspirante a lutador vai para a faculdade, onde encontra sua amiga Dandao, a forma que Mean olha para a amiga quando ela se mostra também interessada por boxe faz parecer que Saifah nutre algum tipo de sentimento pela colega. 

Na próxima cena temos Man junto a seus dois amigos jogando vídeo game, eles conversam sobre trabalhos da faculdade e o fato de quê, por eles serem calouros os educadores são mais flexíveis na hora de dar uma bronca ou algum tipo de punição.

Quando Man está do lado de fora de sua faculdade, para poder desenhar o prédio onde estuda, afinal aquilo faz parte de seu trabalho, Dandao chega e o atrapalha, com isso eles começam a ter uma discussão desnecessária e infantil, onde comecei a me perguntar se eles eram adultos cursando a faculdade ou crianças no fundamental.

Ao chegar em casa/Academia Wanchai, o personagem mais barraqueiro da série, também conhecido como Man, vê uma cena que não o deixa contente, seu pai, que está sempre bebendo e não fazendo mais nada durante o dia, solta a garrafa de cerveja por uns instantes para dar conselhos a Saifah quanto a forma de lutar. Isto deixa a todos surpresos, afinal tal conduta não era comum do Sr. Wanchai. Man passa o restante do dia pensando nisso e podemos ver que não está feliz com o quê viu.

No dia seguinte, mais uma vez o Sr. Wanchai surpreende a todos. Logo de manhã quando Ying está treinando com Saifah, o pai de Man entra no ringue, assume o posto de Ying e começa a ajudar Saifah no treinamento. Apesar de todos na academia acharem a atitude de Wanchai incomum, ficam quietos, menos Man, que entra dentro do ringue e desafia Saifah para uma luta.

Não sei vocês, mas eu jurava que o Man levaria um pau, durante a luta, – em todas as brigas que entra apanha, o quê mais eu poderia esperar dele? –  Nem tudo foi como eu imaginava, eu diria que quem saiu mais machucado da luta foi Saifah. É possível notar que durante o confronto Man estava muito emotivo e uma das emoções alí presentes provavelmente era a raiva.

Apesar de Saifah aceitar o desafio, nem ele mesmo sabia o porquê de Man querer lutar e ir com tanta agressividade para cima dele. 

Ying vai até seu pai e, conta que Man desafiou Saifah para chamar a atenção do pai, afinal, o Sr. Wanchai nunca treinou o próprio filho, mas treina o filho de outro. Man pensou que ganhar a luta poderia fazer com que seu pai olhasse para ele, Ying começa a desconfiar se seu pai realmente ama Man devido sua atitude. Wanchai começa a chorar após a conversa com a filha, e ficamos mais uma vez no mundo das suposições onde procuramos descobrir o verdadeiro motivo das lágrimas do Sr. Wanchai.

Já em casa, Saifah descobre que possui uma nova visitante, sua irmã chegou de viagem, ela está aqui para ajudar ou atrapalhar o irmão? – Eis a questão…- No outro dia, já na escola, a professora de Saifah passa um trabalho sobre academias de boxe, ao conversar com Dandao sobre a lição a mesma conta estar satisfeita com o tema do trabalho, pois ela adora boxe, inclusive, seu namorado é boxeador. – Ao Dandao falar que tem um namorado, Saifah murcha na hora, será que isto é apenas um lakorn ou bromance? Com o Saifah fazendo a linha de hétero fica difícil saber.

Quando Saifah e Dandao chegam na Academia Wanchai, Man e Dandao começam a se provocarem novamente como crianças. As provocações cessam quando temos a chegada da irmã de Saifah, ela ameaça o irmão falando que irá ligar para o pai deles e contar que Saifah está treinando boxe, segundo a menina, o pai deles proibiu Saifah de fazer boxe. 

A série poderia ficar mais séria com a ameaça da irmã, mas a comédia mais uma vez toma o controle da produção, a menina exige que o irmão a leve na academia sempre que o mesmo for, pois ela gostaria de conquistar Man, – pois é galera, será que esta é outra indicação que mostra que essa série não será um bl?

O episódio acaba com Man treinando em um saco de pancadas e Ying ajudando-o. O primeiro episódio acabou de uma forma onde pude criar alguma expectativa onde a série não seria apenas uma comédia e trataria de assuntos mais complexos. Já o segundo episódio não nos faz ter muitas expectativas sobre qualquer foco fora da comédia, atualmente só posso esperar que esta seja mais uma comédia clichê, onde seu público não fica realmente preso a ela. 

Sigam as redes sociais da Boys Love Brasil! ♥️🔎

Twitter: @boyslovebrasil

Instagram: @boyslovebrasil

YouTube: Boys Love Brasil

Facebook: @boyslovebrasil1

Telegram: @boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz


%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja