O final feliz de A Chance to love

O final feliz de A Chance to love

Hello guys, como estão?

Antes, só relembrando no episódio anterior:

Tin viajou e eu juro que pensei que ele fosse ver o Pete, mas ok. Ele foi em busca de respostas procurar Gohin para saber sobre o irmão e assim poder compensar os erros cometidos. O divórcio de Tul só me fez ter ainda mais empatia pela ex-mulher dele. Can morrendo de saudade do Tin não assume para o amado mesmo quando é questionado e graças a voz da razão, vulgo Lay, consegue trazer um pouco de bom senso para o irmão enfim ser sincero com o namorado. A música sobre a história de Ae&Pete finalmente é mostrada e digo: é linda, com direito aos flashbacks que quase me fizeram ir a lágrimas. Na apresentação no maior clima de LOVE, Can sente ainda mais a falta do amado e é surpreendido com a volta de Tin.

Tum também tem um surpresa, o irmão mais novo chegou mais cedo do que o esperado e assistiu a performance percebendo algo entre o irmão e o colega de banda, me deixando super confusa com a relação dois, ao que parece, ele deu a maior força para o irmão e o amigo, e para fechar nosso penúltimo episódio temos a reconciliação do Tul e Gohin.

THE END?

A todos que acompanham esses reviews, sabem que a série caiu de paraquedas para mim, mas aceitei de bom grado, apesar de que só gostaria de começar agora que acabou kkkkk.

Como uma leitora da novel no portal da BLB e espectadora assídua da primeira temporada preciso dizer que apesar dos pesares a série teve o seu “final feliz”. Sim, isso é algo que me incomodou um pouco afinal apesar de ser canceriana romântica, sou muito rancorosa e não sei se o desfecho mostrado foi o melhor, acredito que a ideia foi de realmente deixar a série com uma utopia de conto de fadas.

De uma modo bem superficial podemos dizer que o último episódio foi: Perdão entre os irmãos. Relacionamentos aceitos. Uma nova chance ao pecador. E, claro, um possível retorno de alguém.

Mas, vamos discorrer sobre isso…

Primeiro temos Ae gravando um vídeo ao tocar uma música dizendo que é para ELE. Todo o mundo já sabe para quem né? Então vamos ao nosso casal TinCan, que parece estar passando muito tempo no apartamento de Tin, mas nosso pequeno macaquinho ainda se surpreende como Tin pode ser tão lindo só de respirar. Atrasado para ir na faculdade, convence Tin a dar uma carona para o mesmo que ao se despedir tenta jogar um verde sobre a próxima semana, mas acho que ele esqueceu que namora o Can, o ser mais avoado que já vi.

Can esqueceu o aniversário de seu amado, o que resultou numa briga indireta, afinal Can nem sabe por que Tin está bravo com ele.

Gohin e Tul estão se acostumando a nova vida juntos tendo que lidar com Phu, filho de Tul. O enteado não está gostando de nada do novo “tio”, mas ele é uma criança e vai aprender. Ah! Algo que eu não lembro se falei, mas quando o Tin foi procurar o Gohin ele contou que o nome do filho de Tul é Phupha, que significa “o amor que dei a alguém”, o que me aumenta a minha empatia para com a ex-mulher do Tul afinal, até o nome do filho faz lembrar do antigo amor do Tul.

Mas, vamos falar do Ae, que está mais próximo do pessoal da banda e está aprendendo a tocar violão e numa dessas aulas é interrompido por Tum enciumado pela aproximação dos dois. Mas, Ae só tem olhos para uma pessoa e logo sai para o treino de futebol.

No vestiário, Can se sente perdido sem entender a reação de Tin, Techno, que foi fazer uma visita ao técnico do time, não perde a oportunidade de tirar um sarro de Can. Depois de algumas conversas banais, Techno sai e vê Kenkla esperando o mesmo, alegando que veio buscar o mais velho.

Mais uma síndrome de “final feliz” da série, P’No resolve dar uma chance e perdoa Kenkla, assim aceita as investidas do mais novo para se aproximar dele, claro que as muitas cartas que o mesmo escreveu devem ter amolecido o coração do P’No.

E, para salvar Can, a melhor irmã do mundo, Lay, vem a seu resgate. Além de lembrar o irmão do aniversário de Tin, ainda dá ideias sobre o que fazer para tornar o dia ainda mais especial. Levando em conta que Tin sempre o leva para jantar e dar presentes, Can resolve cozinhar para o amado, já que não tem muito dinheiro para levar o mesmo para jantar fora.

Tin recebe mensagens de Can pedindo para se atrasar na volta para o apartamento, mas já estava na frente da porta e assim que escuta um: Fogo! Fogo! Merda! Ele entra correndo e vê Can só de avental tentando cozinhar.

Tentando fazer as coisas certo Can ainda tenta consertar tudo, mas Tin só quer desembrulhar o próprio presente kkkkkkkkkkk.

Depois de alguns indícios que dois se amaram por algum tempo, temos um parabéns na cama com direito a um bolinho super fofo.

Já Ae, voltamos para a cena do começo do episódio, mas agora mostrando a música que compôs, em forma de vídeo para o Facebook, é mostrado que alguém está assistindo, claro que sabemos do intuito disso, mas me desculpe, porém as mãos da pessoa não têm nada haver com as mãos delicadas do Pete.

Encaminhando para o final da série, temos o primeiro encontro de Techno com Kenkla com direito a um “beijo”.

Job que foi colocado de escanteio foi se esconder no apartamento de Tin e Can, afim de assistir o último episódio de uma competição estilo The Voice ao que me pareceu, mas o mais cômico é que ao chegar no apartamento Job parece minhas amigas ao chegar lá em casa se sentem realmente em casa kkkkkkkkkkk

Enfim, Tin se surpreende ao ver que Can não está sozinho e logo se alfinetam sobre o programa e Can fala que seria muito melhor que o ganhador, Tin o desafia então, Can e Job logo mostram seus talentos musicais ao perfomarem juntos.

Em uma quebra de tempo, temos a cena final de Tul e Gohin com Phu na praia em uma conversa em que o filho parece enfim ter aceitado Hin na vida dos dois, sendo assim uma família feliz.

Tin e Can também estão na praia e tendo seus momentos fofos para ter seu final feliz e claro que não seria o Can se não tivesse cometido um leve deslize, como comentar para os amigos que iria viajar com a família de Tin.

Por isso, logo temos Pond, Mai e Ae aproveitando o sol e o mar, parece familiar? Sim! O final de Love By Chance também foi assim e nos iludiu colocando Ae e Pete juntos na praia. Contudo para a segunda temporada e o final feliz de Ae, temos o mesmo recebendo uma mensagem dizendo:

Eu voltei, Ae

Fim.

E, acabou!

O que eu posso falar? Como já havia mencionado apesar dos pesares eu gostei muito da produção, mas acredito que ficou tão focado em dar um final feliz que muitas coisas pareceram muito superficiais e se tratando de gente rica como Tin e Tul, a relação pareceu forçada a terminar bem, mas enfim, tudo acabou e ao que pareceu tudo acabou bem.

Esse é o último review então fiquem com o meu muito obrigada por me acompanharem e nos vemos numa próxima

Beijos e Beijos, Kim nana.

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja