Libby, me desculpe!

Libby, me desculpe!

E novamente aqui estou, Mumu, trazendo para vocês de agora em diante, os reviews de todos os episódios de Boys’ Lockdown! Por motivos pessoais, o colunista Paulo Veloso acabou tendo que se ausentar de suas atividades conosco, não precisam ficar preocupados, pois ele está bem! Ademais, vamos adiante com o que viemos tratar que é: o terceiro e mais MAGNÍFICO episódio – até agora – dessa série maravilhosa.

Lembrando que, já houve uma matéria sobre a série e para dar uma lida, é só clicar aqui! Caso não esteja lembrando do que aconteceu nos últimos episódios, temos os reviews do Episódio 01 e Episódio 02 também aqui em nosso site!

Obs: Vale ressaltar que os comentários em Itálico são surtos pessoais.

Começamos com o que pareceu ser o final do último episódio, em que Chen acabou fugindo de sua casa após conversar com Key para poderem se encontrar novamente. Ansioso pelo encontro com o seu crush, o rapaz fica ao seu aguardo, com a companhia do voluntário da quarentena, Dicky (Luis Padilla). Alguma coisa que me diz que ele ficou levemente interessado no influenciador digital… Talvez eu possa estar enganado…

Eu quero deixar a nota de esclarecimento que a abertura dessa série é, de longe, a minha favorita!

O tempo passa e Chen decide se distrair enquanto aguarda Kalunsod. Ele decide abrir o seu aplicativo Uptik e gravar um vídeo onde dançava alguma música famosa do momento, mas é interrompido por Dicky que o indaga sobre como funciona o aplicativo e é convidado a participar do que estava sendo gravado.

E como se não pudesse faltar… vem aí: o FANSERVICE (seguido de um possível gay panic pessoal).

Após terminar de gravar o vídeo, o voluntário decide tirar sua camisa, pois estava suado demais. Em seguida ele começa a conversar com o Influenciador, contando suas histórias e experiências com o voluntariado. Enquanto falava sobre as atitudes que tomou para firmar suas decisões quanto à quarentena, Chen se perdeu em meios aos seus pensamentos, e acabou escutando nada.

Entristecido com o atraso de Key, Chen, grava um vídeo para a sua rede social expressando o que estava sentindo naquele momento por conta do não aparecimento do garoto com quem marcou o encontro. Analisando o restante do vídeo, o influenciador digital solicita a opinião de Dicky para saber se deveria postá-lo ou não. Aconselhando o amigo, Dicky diz que o rapaz não iria aparecer e conversa com o mesmo sobre como as circunstâncias não eram muito favoráveis a ele, orientando-o a tomar cuidado com suas atitudes.

Ao lamentar sobre não ter recebido ao menos uma mensagem de quem esperava, Chen é surpreendido com uma mensagem de sua irmã perguntando onde ele estava, mais do que apressadamente, o rapaz toma a dianteira e pega a sua bicicleta, indo diretamente para casa.

E foi a partir daí que eu fiquei estonteado com o DOM de atuar que a Teetin possui!

Chegando em casa, ele encontra a sua irmã, Libby, o aguardando logo na entrada principal, que o ordena ir lavar as suas mãos – uma das medidas de proteção contra o novo Coronavírus. Enraivecida, sua irmã o confronta questionando sobre sua atitude de fugir em meio a pandemia sem avisá-la.

Olha só… Fanservice!

Enquanto Whilce brincava com o termômetro eletrônico, Key comemorava que o seu celular finalmente resolveu funcionar e, instigado pela história de amor, o porteiro decide orientar o jovem rapaz a enviar uma mensagem para poder falar com seu futuro namorado. Eu ia colocar em parênteses, mas… Todos sabemos que é verdade… Em seguida, o porteiro decide aconselhá-lo a ligar para o influenciador, para que todos os esforços de Key – para falar com Chen – não tenham sido em vão. E como todos sabemos, graças ao roteiro, Chen não estava com o celular em mãos e não teria como ver a ligação de Kalunsod…

Convidando o irmão mais novo para jantar, Libby pede para que o irmão não leve o celular para a mesa, dizendo que havia deixado o próprio em seu quarto.

Em um silêncio constrangedor – aquele que você tem após brigar com alguém e permanecer no mesmo ambiente, sabe? -, os irmãos preparam a mesa do jantar, para começarem a se servir.

E foi aqui, meus amigos, que eu recebi o maior e MELHOR impacto de uma boa atuação Filipina.

Sentando a mesa para o jantar, eles permanecem em um curto silêncio, sendo quebrado em seguida por Libby, que o questiona sobre o afazer que havia sido designado. Após a resposta positiva do seu irmão, a atriz nos entrega uma grande atuação. Com seus olhos marejados, Libby começa a se abrir para Chen, mostrando-se completamente frágil e abalada por conta de tudo o que vem acontecendo com a sua família, a perda de sua mãe fez com que a mesma tivesse que tomar grandes responsabilidades para poder sobreviver junto com o irmão.

Chen tenta desculpar-se com a sua irmã, que em instantes conseguiu trazer para nós, a angústia de ter que lidar com uma nova doença e como ela afeta a convivência familiar, profissional e até mesmo, pessoal. Libby começa a chorar e a conversar com o irmão, sobre como tudo precisou mudar por conta da nova Pandemia e suas exigências de segurança. A criação dessa cena foi a coisa mais surreal que eu pude perceber em uma série, a delicadeza que o autor, o diretor e a atriz colocaram na construção dessa cena, para poder transpassar todo o sentimento da Libby, é magnífico!

Enquanto lida com sua angústia, Libby se abre para o irmão falando como ter que lidar com as suas responsabilidades diante desse caos é mil vezes mais difícil, e que é muito grata por ter o emprego atual, mas possui medo. Ela desabafa que ela deveria ser responsável por ambos, mas que às vezes, é demais até para ela mesma ter que aguentar isso. Ela então pede ao seu irmão que comece a ser mais responsável com suas atitudes, pois ela não consegue fazer isso sozinha. E em um grande desabafo, Libby chora sobre a perda de sua mãe e como ela se sente tão abandonada.

Sem sucesso em sua ligação, Key decide então ir ver o aplicativo Uptik, pois o seu ídolo – CCStrng – havia acabado de postar um vídeo do seu dia. Kalunsod fica entusiasmado ao confirmar que o seu crush é o seu ídolo e que o sentimento que cada um sente pelo outro é recíproco. E acaba comemorando com o seu porteiro sobre a coincidência. Achei estranhamente fofo.

Depois da conversa libertadora que tiveram, Chen decide pedir um conselho a sua irmã sobre o vídeo que havia gravado sobre o encontro que não aconteceu. A reação de conforto no rosto da Libby nos trás a sensação de um perdão pré-estabelecido e uma nova chance de se entenderem, com um sorriso em seu rosto, ela aceita ajudá-lo e começa a assistir ao seu vídeo.

Em seu vídeo, Chen se abre para com o seu público e conta a sua história de amor e quanto desejava que fosse algo recíproco e relata o tempo que aguardou por seu crush que não havia aparecido. Entusiasmada, Libby elogia o irmão e como a vida do mesmo é mais interessante que a dela, comparando a história a um “mangá boys love”. Eu chamo isso de quebrar a quarta parede…

Respondendo ao irmão mais novo, a garota diz que acredita ser um vídeo extremamente pessoal e indaga sobre a decisão de postá-lo, citando até mesmo o Key dentro das possíveis visualizações, sendo replicada sobre o garoto – Key – não saber que seu alter-ego é CCStrng, por não tê-lo visto sem máscara. É meio ingênuo acreditar que dentro de 15mil seguidores, um deles não seja alguém que você está interessado, ata…

E como qualquer boiola que se preze, o Key está FOFOCANDO (alguém disse, fanservice?)

Assim que descobriu que Chen era o CCStrng, Key faz uma chamada de vídeo com seu melhor amigo, Martin, que reclama de como será a sua vida pós-lockdown, com constantes chamadas de vídeo. Depois de babar por Whilce, Martin é acordado dos seus sonhos – inapropriados – por Kalunsod, que conta sobre ter encontrado com o influenciador digital na farmácia.

Voltamos para a casa dos Chavez, onde Libby continua questionando a decisão do irmão sobre postar o vídeo, que a interrompe com as notificações das chamadas perdidas de Key. Entusiasmado, Chen abandona a irmã – completamente curiosa – na sala de jantar e vai ao quarto para poder falar com o jovem rapaz.

Ao receber uma mensagem de Chen, Key instantaneamente entra em euforia, comemorando junto com o porteiro Whilce, então começa a festejar em frente a chamada de vídeo com Martin, sobre a mensagem que acabou de chegar. Ligando logo em seguida para o digital influencer para conversar. Fofinhos…

Kalunsod desculpa-se com Chavez, pedindo para que seja desculpado por não ter aparecido ao encontro no dia, afirmando ter tido muitos problemas no dia, como não ter tido acesso ao Passe da Quarentena e porque não conseguiu sair ou entrar em contato com ele, por conta do celular. Esse momento eu queria usar para comemorar a representatividade de pessoas que possuem celular que estão pela misericórdia… Porque antes, você só via todo mundo com celular novo, bonitinho… 

E foi nesse momento, que eu pensei: xi, vai dar ruim… E quando você assistir – ou ler -, vai entender por que…

Enquanto conversavam, Chen percebeu que todas as suas idealizações referente ao dia e ao seu par no encontro planejado foram um grande mal-entendido. Key explicou-se ao rapaz e o tranquilizou falando que não havia esquecido sobre o encontro que ambos haviam organizado. Durante a ligação, Kalunsod afirmou saber que o rapaz – Chen – era o influenciador digital, indagado sobre como descobriu, o jovem respondeu que o seguia em suas redes e que o reconheceu por conta da máscara facial que ambos possuem já que elas foram produzidas com a mesma estampa. ESSA CENA É TÃO FOFINHA…

E, como felicidade é fruto da imaginação, o episódio termina com a cadelinha, Laksa, pulando do colo de seu dono, Chen, para cima do notebook do rapaz, enviando o vídeo onde ele desabafava sobre o encontro que não deu certo e como suas expectativas foram quebradas – e o seu coração – para a rede social que o jovem rapaz o segue. Foi nesse momento que eu vi que ia dar ruim, pois o site estava em manutenção e a opção para deletar algum vídeo, estava desabilitada.

Nós desativamos temporariamente a função DELETAR dos vídeos.

Por favor, tome cuidado com o que você posta online. Pense antes de clicar.

Bom meus amores, vou ficando por aqui, após esse review incrível, dessa série que >também< está sendo incrível! O que vocês estão achando da série? Vocês também acham que a Teetin é uma ótima atriz? Não esqueçam de beber frutas e comer água! Mumu ama vocês! <3

Compartilhar esta publicação

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
%d blogueiros gostam disto:
Optimized with PageSpeed Ninja