História das paradas LGBTQI+ pelo mundo

História das paradas LGBTQI+ pelo mundo

Olá meus bombons de licor, tudo bem com vocês?

Hoje nós vamos falar da história da parada LGBTQI+ pelo mundo e a origem desse grande movimento que ocorre em vários lugares no Brasil e no mundo.

A Parada do orgulho LGBT+, parada do orgulho gay ou simplesmente parada gay são uma série de eventos de ações afirmativas para a comunidade LGBT+ que comemoram o orgulho e a cultura de pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros entre outros. Os eventos também servem como manifestações contra a homofobia, transfobia e bifobia, direitos iguais, como o casamento entre pessoas do mesmo sexo e leis contra a discriminação.

A maioria desses eventos ocorrem anualmente e muitos ocorrem por volta de junho para comemorar a rebelião de Stonewall – vou trazer uma matéria contando mais sobre – um momento crucial nos movimentos civis LGBT+ modernos.
Em cada país, a história do movimento ocorreu de determinado modo. Logo, vamos dar uma voltinha por esse globo e ver resumidamente um pouco delas.

• Portugal

A Marcha do Orgulho LGBT+ lusitana é realizada todo ano em Lisboa e no Porto.
O Arraial Pride foi o primeiro evento de grande visibilidade LGBT português, na cidade de Lisboa.


• Alemanha


As paradas do orgulho LGBT+ de Berlim e Colônia tâm (é parte do nome ou você quis dizer “têm”?) a pretensão de serem as maiores da Europa. A primeira, chamada “Freedom Day Gay”, começou em 30 de junho de 1979, em ambas as cidades. A de Berlim agora é realizada anualmente. Duas outras paradas de orgulho LGBT+ também acontecem na cidade.
A cidade de Colônia celebra o orgulho LGBT+ por duas semanas e apoia um programa cultural antes do desfile acontecer. Uma marcha alternativa costumava acontecer antes do desfile.

• África do Sul

A primeira parada do orgulho LGBT+ foi realizada em Joanesburgo em 13 de outubro de 1990, no final do Apartheid – foi um regime de segregação racial implementado na África do Sul em 1948 – o primeiro evento do tipo no continente africano.

A Seção Nove da Constituição do país de 1996 prevê a igualdade e a não discriminação em razão da orientação sexual, entre outros fatores. Paradas de orgulho LGBT+ também são realizadas em outras cidades sul-africanas, como Cidade do Cabo, Durban e Port Elizabeth.

• Estados Unidos

Nos Estados Unidos, as paradas do orgulho LGBT+ de Nova York, Los Angeles, Chicago e São Francisco acontecem desde 1970.
Entre outras paradas de orgulho gay estão as de Boston, Denver, Columbus, Cincinnati, Albuquerque, Atlanta, Augusta, Washington, DC, Houston, Jacksonville, Miami, Nashville, Nova Orleans, San Diego, Long Beach, Palm Springs, Seattle, St. Louis, Portland, entre muitos outras, creio que os EUA é um dos países que em as paradas ocorrem em maior quantidade espalhadas por todo o território nacional.

• Brasil

No Brasil, a Parada do orgulho LGBT+ de São Paulo acontece na Avenida Paulista, no município de São Paulo, desde 1997.
No ano de 2006, foi nomeada a maior parada do orgulho LGBT+ do mundo pelo Guinness World Records. A parada e seus eventos associados são organizados pela Associação da Parada do Orgulho de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Travestis e Transexuais, desde a sua fundação em 1999. A marcha é a atividade principal do evento e aquela que atrai a maior atenção da imprensa, autoridades brasileiras e de centenas de milhares de pessoas curiosas que se alinham ao longo da rota do desfile.


A segundo maior parada do orgulho gay no Brasil é a do Rio de Janeiro que atrai cerca de 2 milhões de pessoas e acontece, tradicionalmente, na Zona Sul ou em bairros mais ricos, entre o centro da cidade e as praias oceânicas mundialmente famosas.
Temos muita variedade nessas histórias não é mesmo? Bom, esse foi um pequeno resumão da história das paradas LGBT+ pelo mundo.

Por hoje é só, beijos e até a próxima.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja