Eu gosto de você

Eu gosto de você

Olá, meus unicórnios, tudo bom? 

  Infelizmente, estamos indo para o penúltimo review do drama Where Your Eyes Linger, que deixou todos nós apaixonados e querendo mais a cada cena. Prontos?

Episódio 5: Outro tipo de olhar

  Quando Tae Joo percebeu o que tinha feito, pediu pro motorista voltar para encontrarem Kang Gook, que estava andando quase como se não tivesse um rumo. Tae brigou com Gook por ele realmente estar indo a pé para casa em vez de pedir um táxi, e, em seguida, abriu a porta do carro, o mandando entrar. Gook até hesitou no início, mas acabou cedendo.

  Chegando em casa, Tae Joo questionou, talvez mais para si mesmo, o motivo de ter feito aquele pedido, ao qual Gook respondeu que era por causa de sua má personalidade. Mas Tae responde que essa era uma situação diferente, pois estava irritado, e perguntou se Gook já havia se sentido desse jeito, porém ele se fez de desentendido sobre o assunto.

  Na cama, Gook foi surpreendido com Tae Joo pedindo que ele o abraçasse como sua mãe fazia, e então se aproximou para abraçá-lo, mas Gook o impediu de continuar porque havia lhe pedido para não o provocar mais. Porém, cedeu novamente quando Tae disse que estava triste.

  Na aula de educação física, a turma dos dois ia competir com a de Hye Mi, misturando as salas em duas equipes. Ela ficou na mesma que eles, e Gook ficava entre protegê-la e proteger Tae Joo. Estava tudo indo bem, até mirarem em Tae e nela, ao qual Gook acabou correndo na direção dela e a bola acertando o rosto do outro. 

  Mesmo quando não havia mais ninguém no campo, Tae Joo ainda estava lá, deitado no chão. Gook apareceu depois com água, então Tae perguntou se ele não era o seu guarda-costas. Gook respondeu que achou que a bola acertaria Hye Mi, mas percebendo que essa explicação não aliviaria em nada a situação, pediu desculpas. Tae Joo perguntou o motivo dele estar pedindo desculpas, sendo que não passava de uma brincadeira. Se questionando, em seguida, a razão de estar tão bravo por isso. E, surpreendendo Kang Gook, Tae Joo pula em cima dele, fazendo Gook ter um gay panic e perguntar se ele queria fazer “aquilo” (o que passou nessa sua mente, amado?) ali. Quando questionado sobre esse “aquilo”, respondeu que era sobre lutar. Isso deixou Han Tae Joo frustrado, porque ele achava que os dois estavam na mesma posição, de um gostar do outro e não admitir. Então, quis confirmar isso se aproximando de Gook, e insinuou que iria beijá-lo (e aqui todos nós morremos).

Episódio 6: O fim de uma amizade de 15 anos

  Kim Pil Hyun estava procurando algo quando deu de cara com a cena de Han Tae Joo em cima de Gook, quase o beijando. Ele retornou na hora que percebeu quem era e acabou encontrando com Hye Mi no caminho, que insistia para ir ao campo, apesar de todas as investidas em fazê-la desistir de continuar seu caminho.

  A atitude de Tae Joo deixou Kang Gook surpreso, ele o afastou, mas deu sua mão para que os dois voltassem para a aula. Passaram por onde Hye Mi estava com Kim Pil Hyun, mas não pararam, apenas seguiram reto.

  Ambos estavam se sentindo desconfortáveis com toda a situação, quando Gook sugere que eles treinem a luta. Após o treino, Tae Joo resolveu começar a conversa repetindo as frases “Pare de me provocar” e “Eu te imploro”, que Gook disse na vez que estava sendo ensinado a flertar. Então, perguntou o que essas frases significam, considerando que Gook havia prometido que sempre estariam juntos, sem segredos. Mas Gook respondeu que se dissesse tudo, eles não poderiam ficar juntos. Tae Joo admite que achava que o motivo de ter ficado com raiva em vê-lo com Hye Mi era apenas ciúmes de amigos, mas percebeu que gostava dele. E falou com todas as palavras “Eu gosto de você”,  dizendo também que queria ficar com ele o tempo todo, o abraçar o tempo todo e que ficava triste quando estavam longe um do outro.

  Poderia ter sido o início de um sonho, mas deu tudo errado. Gook disse que esse sentimento não era real, porque ele apenas o via como sua mãe, por isso deveria parar de perturbá-lo com sua imaginação. Mas Tae Joo pergunta se ele parece com alguém que não sabe o que quer ou pensa. Gook, por sua vez, diz que poderia viver muito bem sem ele, mas não poderia dizer o contrário. Diz ainda que quando ficou sozinho durante a viagem de Tae ao Japão, foi seu momento mais feliz durante os 15 anos juntos. Então, Tae Joo pede que ele diga isso ao seu pai e use como argumento todos os seus erros, dando um mês para que Gook saísse de sua casa.

  Hye Mi havia chamado Gook e lhe deu um amuleto para que ele não se sentisse mais cansado. Ele responde que não se sente cansado de proteger Tae Joo, e que provavelmente ela já sabia que ele gosta do outro. Hye Mi admite que sim e que sua mãe estava certa.

  Voltando para casa, estava levando duas caixinhas de Nescau para fazer as pazes, mas, chegando lá, deu de cara com tudo bagunçado e revirado.

  Bom, meus amores, por hoje é só. Espero que tenham gostado, e não esqueçam de seguir a BLB em todas as redes sociais para ficar por dentro das novidades.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja