Entenda o que é visibilidade lésbica!

Entenda o que é visibilidade lésbica!

Olá meus bombons de licor, tudo bem com vocês?

Hoje nós vamos falar do mês da visibilidade lésbica, e alguns dos motivos que fazem deste mês, Agosto, ser tão importante para estas mulheres, mês que representa essa luta e conquista para todas as lésbicas!

 

 

Porque o mês de Agosto foi escolhido para ser marcado como o mês nacional da visibilidade lésbica? Em 1996, foi realizado o 1º Seminário Nacional de Lésbicas, pensando em chamar atenção e lembrar a existência da mulher lésbica, as violências sofridas por elas e as pautas que o movimento reivindica. O dia ficou marcado como “O dia Nacional da Visibilidade Lésbica”. Foi marcado como a primeira reunião formal para essas mulheres exporem suas pautas.

Além do Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, também temos o Dia Nacional do Orgulho Lésbico que ocorreu no último dia 19 — a data é comemorada anualmente no dia 19 de Agosto.

Essa outra data foi definida após uma série de protestos organizada por Rosely Roth, ativista LGBTQIA+, em frente ao bar brasileiro “Ferro’s Bar”. O dia 19 foi escolhido após a morte de Rosely, como forma de lembrar a luta da ativista e assim, Agosto se tornou o mês da visibilidade lésbica.

E qual a importância desse mês?

Além da homofobia sofrida, mulheres lésbicas sofrem muito com o machismo e a misoginia. De acordo com o dossiê do Lesbocídio, documento criado pelo Núcleo de Inclusão Social (NIS) da UFRJ em 2018, cerca de 126 lésbicas foram assassinadas no Brasil, sendo 83% dos crimes feitos por homens. Mulheres lésbicas além de sofrerem violência causada por heterossexuais, são extremamente invisibilizadas dentro do próprio movimento LGBTQIA+, muitas vezes ocorre o apagamento das mulheres lésbicas, que também lutam por visibilidade e igualdade nesses espaços. Isso acontece, entre outros motivos, porque as mulheres lésbicas além de enfrentarem a discriminação pela sua sexualidade.

A lesbofobia é o conceito utilizado para se referir ao conjunto de práticas que discriminam mulheres que se relacionam com outras mulheres, seja afetivamente e/ou sexualmente. Essas violências podem ser simbólicas, psicológicas, verbais e, ainda mais graves, físicas. O crescimento de estupros corretivos, os quais têm por intenção “corrigir” a orientação sexual da vítima por meio da violência sexual, é uma expressão grave da lesbofobia e também da misoginia.

Outros exemplos de lesbofobia são a fetichização do relacionamento entre mulheres, “posso participar? Ou só ficar olhando”, o chamado “estupro corretivo” que cultua que esta relação forçada estaria corrigindo a sexualidade desta mulher “você só é assim porque não teve um homem que te pegasse de jeito”, a negação do relacionamento lésbico como quando duas mulheres que se relacionam são tratadas como apenas amigas, os preconceitos e o próprio despreparo no tratamento à saúde sexual das mulheres lésbicas, negligenciado na maioria das situações.

 

 

Diantede tanta invisibilidade lésbica, é muito importante que nós falemos cada vez mais sobre as violências contra essas mulheres e as formas de combatê-las. Dar voz e visibilidade a elas é imprescindível. Escute, aprenda, não cometa essas agressões ou atos preconceituosos. Sejam velados ou escancarados!

Bom meus bombons de licor por hoje é só, espero que tenham curtido beijos e até a próxima!

Não se esqueça de seguir as nossas plataformas digitais, por lá, você tem acesso a todo o conteúdo produzido pela página como notícias, capítulos de novels, trailers, reviews e tudo mais.

A Boys Love Brasil agora tem uma loja! Lá, você pode encontras acessórios como camisetas, canecas e almofadas do seu dorama, grupo de K-pop ou anime preferidos. Se você ainda não conferiu, não deixe de visitá-la!

Além disso, a BLB agora também possui uma editora! Se você tem interesse ou conhece escritores que produzam histórias, sobretudo LGBTQ e que gostariam de publicá-las online. Entre em contato conosco.

Acesse o site das Novels Boys Love!

Se inscreva no nosso canal no YouTube, Boys Love Brasil!

Para nos seguir no Instagram, procure por: @boyslovebrasill.

Para nos seguir no Facebook, procure por: Boys Love Brasil.

Para nos seguir no Twitter, procure por: @bloversbrasil.

Para nos seguir no Telegram, procure por: @boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja