De A A F e o poder da Meow

De A A F e o poder da Meow

Olá, amados parte do pacote do nosso amor! Viemos trazer um mimo a vocês. Como estamos sempre com novidades e estréia de séries, filmes entre outras coisas, muitos podem não estar a par de todas elas, então fazemos o possível para trazer até vocês. Para a alegria de todos, disponibilizamos um breve review dos episódios em andamento para vocês ficarem por dentro e instigá-los a assistir. A produção de hoje é “ De A a F” THE UNDERCLASS, que estreou no domingo passado dia 05.

Então meu amados, vamos para mais uma série que se passa em um ambiente escolar. Aos blzeiros, não é bl. Que falta faz um médico e um engenheiro, né? Mas nada impede de shipparmos ou de que aconteça um casalzinho para nos alegrar, vamos com calma que é só o começo. Além disso, para maior alegria, temos no elenco nosso querido e amado ator  Tanutchai Wijitwongthong, mais conhecido como Monde, que atuou na série BL WaterBoy, The Judgment como parte de um casal bl, Boy for Rent e muitas outras. O fandom já pode curtir e comentar.

Vamos lá! Ao parece, teremos muita coisa para contar e começamos com uma mensagem motivadora ao aprendizado dos estudantes: “ A ESCOLA EXISTE PARA DAR ÀS CRIANÇAS MAIS EDUCAÇÃO”. Acharam essa mensagem estranha? Respondam nos comentário.

Como é da cultura e governança asiática, a produção é em um instituto escolar de ensino estadual só para sexo feminino e, como garotas podem ser mais organizadas, podemos ter episódios bem tranquilos. Logo nas primeiras cenas, algumas palavras de apelo aparecem, o que indica que vem treta por aí: “Diversidade, desigualdade, justiça porque essa é a nossa justiça”. A partir daí, o mistério começa.

Bem vindos ao colégio “Satree Lerdla”, considerado um dos melhores da Tailândia. A série se inicia mostrando o fim do ano letivo estadual que costuma ser bem legal, só que nesse colégio não! Por que? Esse último dia é o mais difícil, é quando as alunas fazem a prova para determinar em que classe vão ficar no ano seguinte de acordo com seus desempenhos. Isso parece bom, né? Como assim parece? Pois é, em Satree Lerdla, uma avaliação é passada no final do ano para designar quem fica em qual turma no próximo ano, porém isso não é uma forma de ajudar os mais lentos para não atrasar os mais avançados, é uma maneira de fazer acepção entre as garotas, fazendo com que elas se rotulem em desigualdade.

Sentiram o clima ? Vamos a fundo nessa produção para saber mais. Em uma tour com os pais pela escola, o Vice-Diretor WICHAI, explica o sistema do ensino, dizendo que o objetivo é dar a melhor formação às suas filhas, usando um critério de classificação para designar as classes por notas, o que poderia ser ótimo, se isso motivasse o aprendizado.

 Vice-Diretor “Wichai”

 No entanto, não parece acontecer desta maneira, a julgar pela mensagem deixada bem na entrada das salas. Picharam as palavras lema do instituto: “ESFORCE-SE, SEJA DISCIPLINADA, APRIMORE-SE E SEJA A MELHOR”, em cima das palavras “Ovelha negra”. Isso mostra que nem tudo é mantido sob controle da direção. Esse método ao invés de ajudar, faz com que elas se denominem melhores do que as outras, não no desempenho, e sim como pessoas.

Meus amores, o assunto parece chato e já vamos sair dele, porque agora vamos comentar a abertura bem legal que, além da música massa, mostrando o elenco em si e também, uma bela imagem de quatro heroínas vestidas de batgirls indo rumo a batalha como as Ovelhas Negras.

Não sei porque causa, motivo, razão ou circunstância, em toda escola, seja masculina ou feminina, tem sempre um top 3, 4 “mais”, e não é diferente na Satree Lerdla. Nesse caso, é o top 4 mais inteligente ou, pelo menos, era o que achavam, até uma das integrantes colar no exame de classificação de turmas. Obviamente, a decepção foi bem grande com a top 1, “Pang”, que se tornou ex do top quatro da turma A por causa da cola. Pang foi penalizada com perda de pontos e consequentemente, desceu para a classe F, ficando entre as 9 piores.

 PANG’

Na classe A, todas são privilegiadas e tem tudo da melhor qualidade disponibilizado pela direção do local, já a classe F, fica com o que sobra digamos assim, pagando o mesmo valor que as da turma A. Já de início nota-se que a diretoria é manipulada para ditar regras injustas.

 A sala F agora tem uma nova integrante, Pang, que por demonstrar desprezo perante a nova turma por se achar superior, foi recebida da mesma forma. A princípio a garota não se importa muito em se enturmar, acreditava ser melhor que as demais, entretanto, como os trabalhos escolares têm que serem feitos em grupos, ela terá que se juntar a alguém.

Pang vai ter que se virar agora em uma nova classe e pelo visto, as colegas não vão dar mole. Para ela mudou tudo: dormitório, sala, refeitório. E por falar em local de alimentação, esse foi um dos motivos para uma missão das Ovelhas heroínas das série. As alunas da classe A bloquearam a passagem das outras turmas pelo local de seu reifeitório, fazendo com que os demais trilhassem um caminho mais longo, só para elas não serem incomodadas. Sendo assim, as Ovelhinhas entraram em ação e traçaram uma estratégia para derrubar a grade de bloqueio. O que não esperavam, é que houvesse uma espiã escondida no local secreto escutando tudo.

Posteriormente, depois de equipadas e disfarçadas, as ovelhas vão rumo a batalha. Correr riscos não parecia ser um problema, até uma nova surpresa aparecer, Pang, a espiã. Logo ela foi descoberta e quase estragou o plano, se não fosse por uma ajudinha extra, que gerou uma das melhores partes. Um salvador aparece e pega a x9 no pulo tentando escapar. (devo dizer que esse momento pintou um clima romântico com a troca de olhares).

 Tee, (príncipe gato salvador, só minha opinião) cobriu a retaguarda das meninas. Ele é um professor estagiário de educação física do colégio e irmão da ovelhinha Meen, líder das ovelhas.

 Para Pang ele não era estranho, tinham se encontrado mais cedo quando um leve acidente aconteceu, onde uma bola de futebol atingiu a garota em um dos jardins da escola, o que a fez lembrar do momento, pois o mesmo contou sobre uma maldição da fonte de água que tem no local. A maldição dizia que quem passasse pela fonte, teria azar de tirar notas baixas. Mas pelo visto, é um conto de mentira para que não houvesse intrusos no esconderijo secreto de sua irmã. (Vendo a imagem abaixo vou logo dizendo que já shippei).

Para o azar de Pang, agora todos poderiam ser descobertos. A regra dos dormitórios permitia que os integrantes ficassem fora até às 22 horas e o horária já tinha sido ultrapassado, ou seja, todos iam se dar mal sendo pegos. Tal situação resultou que todos colaborassem na missão, até mesmo Pang. Missão cumprida, grade derrubada com a super força da ovelha Meow, que com um super chute derrubou tudo.

Dia seguinte, só alegria para as garotas do refeitório F, na verdade, nem todas. A novata não ficou feliz, mas teve que engolir e ficar de bico fechado, uma vez que também infringiu as regras, não podia reclamar nem delatar. Enquanto para as outras, era pura felicidade.

Bem, meus amores, chegamos ao fim desse primeiro review e início de aventura. Foi mais explicativo para sabermos um pouco do enredo da série e o que está por vir. Não tivemos muitas emoções fortes, porém espero que tenham gostado.

 A série está sendo exibida na plataforma Netflix e vai ao ar todos os domingos. Assistam, curtam e comentem aqui o que estão achando. Até o próximo.

Sigam as sociais da Boys Love Brasil! ♥️🔎

Twitter: @boyslovebrasil

Instagram: @boyslovebrasil

YT & FB: Boys Love Brasil 

Telegram: @boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja