AJ and The Queen

AJ and The Queen

AJ and The Queen, quando acabei de ver essa série que tanto amei e demorei no máximo dois dias para assistir os 10 episódios, sabia que não poderia deixar de compartilhar ela com vocês e comentar o excelente investimento da Netflix, afinal, a série é um original da plataforma. Tamanha foi minha tristeza ao descobrir, logo depois de acabar o último episódio, que a série havia sido cancelada e não teríamos uma segunda temporada de AJ and The Queen. 

Se você entrou nesta matéria achando que iria apenas relaxar lendo uma resenha, bom, é isso que fará, mas antes, vai ouvir meus lamentos, ops, quer dizer, vai ouvir a notícia. Ao pesquisar quando a segunda temporada iria ser lançada, acabei me deparando com um tweet do próprio RuPaul dizendo que a série não iria se estender, como uma pessoa equilibrada e calma que sou, quis surtar e arremessar uma almofada na parede, mas apenas chorei em posição fetal mesmo. Brincadeira pessoal, eu fiquei chateada, mas não fiz nada quanto a isso, -apenas umas postagens de reclamação no twitter.

Antes de começar a parte boa desta matéria, vamos conhecer um pouquinho da ficha técnica da série? AJ and The Queen foi criada por RuPaul Charles e Michael Patrick King, o elenco é composto por RuPaul Charles,Izzy G., Michael-Leon Wooley, Josh Segarra, Katerina Tannenbaum e Tia Carrere. Seu primeiro episódio foi lançado em janeiro de 2020 e o último episódio em março.

Gostaria de lhes falar tantas coisas que mal sei por onde começar. Bora pelo começo então né. Robert é um homem de meia idade, que passou anos economizando dinheiro para poder abrir sua própria boate, o clube Queens que seria localizado no Queens, isso mesmo, Queens no Queens -acabei de deixar uma referência do primeiro episódio, caso alguém não tenha assistido, não fique pensando que sou uma louca que não sabe o quê escreve. Voltando, dinheiro na conta, planta da boate na mão e namorado gato que é administrador do lado, o quê poderia dar errado? Bom, o principe era sapo! E deu um golpe em Robert levando toda sua economia e com isso, todos os seus planos, porém a gay não tinha tempo para chorar, pois estava se preparando para começar uma turnê pelo país, e agora que estava sem dinheiro e desempregada, essa turnê era mais do que necessária.

Viajar pelo país sem dinheiro e com o coração em pedaços, contando apenas com o apoio moral de seu melhor amigo Louis, não é fácil, no entanto, a situação de Robert piora mais ainda ao descobrir que uma garotinha de 10 anos, chamada AJ (Amber Jasmine) estava escondida em seu trailer e agora estavam longe demais de casa para voltarem. Se AJ fosse uma criança fácil de lidar, o problema apesar de grande, não seria tão complicado. Mas a garotinha se mostrou extremamente difícil de aguentar.

AJ assim como Robert, é nossa personagem principal, apesar de ter falado que ela não é uma das pessoas mais fáceis para se relacionar, isso tem um motivo. Sua mãe, que é uma dependente química e garota de programa, abandona-a. A menina está sem dinheiro, comida e qualquer outra coisa, vive escondida no apartamento em que foi despejada, e com isto, perdeu todas as suas coisas e de sua mãe, não tendo nem eletricidade lá. Devido a todas as dificuldades que AJ passa, ela acaba construindo um muro em sua volta, estando sempre em modo de defesa e procura muitas vezes enganar ou furtar outras pessoas. Nenhuma criança deveria passar pelo que AJ passou, então não há como não sermos compreensivos quanto as suas atitudes.

 A relação de AJ e Robert no início é difícil, mas durante a viagem eles aprendem a confiar um no outro, Robert cuida de AJ como ela precisa e merece, também a educa e faz com que a menina perca certa rebeldia e o hábito de furtar. E com isso, podemos finalmente conhecer a incrível menina que estava atrás de tantas barreiras. É impossível não notar também a ciência que AJ tem quando se trata de questões raciais ou até da própria comunidade LGBTQIA+. Tem coisa melhor que uma criança livre de preconceitos? Gostaria que os adultos tivessem uma cabeça livre de preconceitos como a AJ. No decorrer do enredo, podemos notar que Robert possui uma certa ingenuidade sendo mais propício a ser enganado pelas pessoas, já AJ por estar sempre pronta para atacar acaba não se deixando enganar. Apesar das diferenças, uma grande amizade é criada entre eles.

Como toda história, essa aqui também possui vilões, e eles são Hector Ramirez, também conhecido como ex de Robert, e Lady Danger conhecida por fazer preenchimentos ilegais nas pessoas, em sua grande maioria drags. Nem sempre ela fazia as aplicações usando um silicone  barato, as vezes chegava a usar óleo de motor em suas clientes. Essa dupla de vilões que foram os responsáveis por dar o golpe em Robert, não deixam nossa drag em paz durante sua turnê, seguindo-a por todo o país. Ao descobrir no golpe que caiu, Robert denúncia Hector e Lady Danger, e para se vingar da drag, eles a seguem e tentam matá-la.

Lady Danger até pode ter perseguido Robert por vingança, mas dúvido muito que Hector o tenha perseguido apenas por isso. Apesar de querer mostrar ser hétero e ter se relacionado com Robert apenas para dar o golpe, podemos notar que há sentimento em ambos os lados e, mesmo que Hector não queira ver de início, o relacionamento deles que durou sete meses, não foi totalmente uma farsa. O golpe foi real, entretanto, as experiências de afeto vividas por eles também foram reais. 

Homens iguais ao Hector existem, homens não-héteros que lutam para se manterem dentro da casca de hétero mesmo que precisem mentir para si mesmos, mas acredito que, assim como Hector, as pessoas que ainda não se aceitaram irão quebrar essa barreira de auto-preconceito.

Agora que vocês já sabem de todo o contexto da série, vamos para a minha parte favorita? As apresentações de Robert! Ele persona a drag Ruby Red e devo dizer, não tem como não se encantar. Mesmo passando por algumas enrascadas durante uma performance e outra, devido a rivalidade entre drags, Ruby Red sempre encontra um jeitinho de conseguir sair por cima. Tivemos o prazer de ver várias queens que se apresentaram no RuPaul Drag Race, e se você é fã de drags, assim como eu, ficará encantade com todo o glamour. Para performar, Robert se inspira em muitas mulheres fortes e devo dizer, assistir ele apresentando todas elas à AJ chega ser inspirador.

Ruby Red é extremamente forte, destemida e abusada, diferente de Robert que não tem toda a força de Ruby, mas é fácil notar o como Robert aprende a tirar forças de Ruby e de todas as suas personas, e assim fazendo com que ele se torne uma pessoa com certeza, mais corajosa para enfrentar tudo que vier pela frente. Não posso falar de Ruby e esquecer Cocoa Butter, a drag queen interpretada pelo melhor amigo de Robert, Louis, foi com certeza minha drag favorita e muito importante para o desenvolvimento de Robert. Louis é a família de Robert, e mesmo que tenha ido para a viagem sem o melhor amigo, foi possível notar toda a relação de companheirismo e amizade que eles têm. Porém, Robert não ficou desamparado em sua turnê, pois AJ se mostrou uma grande amiga e será impossível você acabar essa série sem desejar que Robert adote a menina.

Vamos para as considerações finais? Eu não consigo acreditar que a série tenha sido cancelada, pois ela acabou com alguns assuntos em aberto que poderiam ser muito bem explorados em uma segunda temporada, mas vou parar de reclamar, –vocês já devem estar cansados das minhas reclamações. Não espere que AJ and The Queen seja apenas uma série de comédia, pois ela irá tratar de assuntos sérios, e conseguirá nos ensinar uma coisa ou outra, em cada episódio. Se tem uma mensagem que a série conseguiu deixar foi que, apesar dos problemas devemos celebrar e viver a vida da melhor forma que conseguirmos. Os problemas? Devemos tentar resolvê-los,  mas não podemos nos entregar apenas a eles, a vida é mais que isso. Você pode até não enxergar uma saída agora, mas caso olhe por um ponto de vista diferente, pode achar uma saída para aquilo que antes achava não ter.

Já assistiu AJ and The Queen? O quê achou da série? Deixe nos comentários.

Acesse as redes sociais da Boys Love Brasil

Telegram https://t.me/boyslovebrasil1

Instagram https://t.me/boyslovebrasil1

Twitter https://twitter.com/bloversbrasil

Facebook https://www.facebook.com/boyslovebrasil1

Wattpad https://www.wattpad.com/user/bloversbr

Novels BLB https://novels.boyslovebrasil.com/

Youtube https://www.youtube.com/channel/UC0uSQY0woHNhjKDuHW0FguA

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja