A VIVACIDADE E O PRAZER DE ESTAR COM GUITAR!

A VIVACIDADE E O PRAZER DE ESTAR COM GUITAR!

Olá meus amores, olha eu aqui para mais um review empolgante de bl’s. Se preparem porque eu surto geral com as emoções sentidas nas tramas, então já vou logo avisando para se prevenirem.

No dia 12 de setembro foi sanada a ansiedade de milhares com a estréia da série Oxygen.

Lá vamos nós, mergulhar em mais uma história de amor Boys Love que tanto nos encanta. Já logo no início fomos presenteados com cenas parecidas com contos de fadas. Em um uma noite chuvosa com muitos trovões, um belo jovem sai para dar uma volta na cidade, coisa normal que todo mundo faz. O que, como? Isso é muito errado e perigoso! Você corre o risco de pegar uma gripe, um resfriado, ser atingido por um raio, entre outros perigos. Mas o lindo garoto noturno deve saber disso, embora pareça não se importar.

Pois bem, nação blezeira preparada para surtar em mais uma produção!?

Siwakarn Siwalkin é o nome do aventureiro há um passeio noturno que futuramente vamos descobre mais sobre ele. Após alguns segundos parado olhando em frente a um café ele decide entrar.(“Penso eu”, que o apetite dele tenha surgido pela caminhada levando chuva na cabeça, será?) 

Passando da noite para o dia, vamos para o café da manhã. Onde? No café da noite. Como assim? Esses são os momentos que a colunista começa a surtar pelo que está por vir. Começamos o dia em Oxygen, no ambiente agradável de um lanche café. Ar fresco da manhã, pessoas comendo a primeira refeição do dia, todos os funcionários trabalhando, quase todos na verdade, pois uma garçonete é um dos personagens que não falta nos bl’s, a fujoshi. Nesse exato momento ela está a alimentar os devaneios que compartilha com outras fujoshi’s, transmitindo uma live em sua rede social e fingindo que está fazendo propaganda do estabelecimento, enquanto na verdade está surtando por casais Boys Love que sua mente fantasia.

Gui é um barman lindo, fofo, trabalhador, prestativo e pelo visto um pouco cansado, porque colega de trabalho Khim, amante das redes sociais, sempre se escora nele, assim como no responsável por parte dos quitutes e docinhos, Bear.

Quando a alma é boa e compreensiva para ajudar, tem uma espécie de atrativo para trabalho que sempre aparece mais coisas para fazer mesmo estando no limite. Era hora de encerrar o expediente do garçom noturno, então um novo pedido chegou. Ele até poderia ignorar deixando para outro fazer, mas algo na lista chamou sua atenção, trazendo lembranças de uma noite chuvosa que se tornou especial. 

Vamos para o baile da universidade, que está em processo  de escolhas do que na Ásia chamam de “Luas” representantes da faculdade. No meio do diálogo do estudante descobrimos que o visitante noturno do café onde Gui trabalha é um dos candidatos a representante do curso de música. Falando em noite e café, a entrega de lanches chegou, abram alas para o entregador Gui, que por sinal já esteve no pódio de vencedores em seu tempo de calouro.

Vários pedidos foram entregues, mas parece que o de alguém está faltando algo. Calma que nosso barman não cometeria essa gafe, ainda mais sendo ele, o ingrediente único para uma pessoa especial. Vou para de enrolação e anunciar nosso Solo. Espera, alguém vai cantar sozinho?Na verdade, sim. Ele vai cantar e estuda música.No entanto, esse é o abreviar de seu nome Siwakorn  Siwalokin (Solo).

No mundo Boys Love há fujoshi por toda parte e na universidade, é o que não falta. Sendo assim, não demorou muito para o shippe SoloGui ir para nas redes sociais por alguns gestos atenciosos e fofos. E olha que elas nem escutaram eles marcando um encontro(Só para deixar claro, Solo começou muito bem ao responder para um amigo o que quer de Gui: “Leite morno e o homem que o prepara”. Aqui a escritora se encontra lutando contra sua mente para não pensar coisas impuras. 

Saindo do ambiente universitário. Eis que temos aqueles que buscam a cura para as doenças e tratamento para as feridas Dr.Perth e Dr.Petch. Alguns sintomas são fáceis de diagnosticar, já outros como um coração acelerado pela paixão, não é tão simples assim. Então como prever o que vai acontecer? Quando não pode orientar o indivíduo a uma cirurgia ou receitar um remédio de farmácia? 

Voltando aos preparativos do baile universitário com a ex lua e o candidato a ser seu sucessor. (“Mais um alerta de surto blezeira colunista, que vai acontecer no decorrer de todo o texto”. Sentir um pequeno toque semelhante o da série ‘Until We Meet Again’. Como assim está doida, onde tem reencarnação? Não nessa parte. Acredito que lembrem que o Korn, era da família de mafiosos e pelos comentários do amigo do Gui, a família do Solo é barra pesada, o que o distancia outras pessoas dele, contudo, não parece ser um problema para o funcionário do café. Captaram? “Gui” “In”, “Solo” “Korn”.

Seguindo adiante, temos encontro marcado no Lanche café com nosso casal da noite. Para Solo ter uma boa noite de sono, segue recomendações na troca do café por leite morno. É chegada a noite, o lanchonete fechou e Solo não apareceu como combinou. Gui que é um bom rapaz, ficou preocupado e mesmo sendo tarde, saiu no instinto de que encontraria com o nong por saber de seus hábitos após o anoitecer. Nem precisou esperar, assim que chegou em frente a lanchonete lá estava seu cliente predileto, que pela expressão achava que não teria uma noite tranquila ao encontrar sua “farmaleite” fechada, mas seu médico não formado veio lhe socorrer.

Para finalizar o primeiro episódio com o coração acelerado igual a do Dr.Perth. Visualizamos mais um encontro noturno do casal SoloGui. O sonífero pode estar no Leite, mas a doçura está nas ações de Gui, que foi surpreendente ao ser bem direto e objetivo, quando pediu telefone, rede social ou qualquer outra forma de contato de Solo. Guiado pela curiosidade de saber o que em sua obra, no caso o ( leite morno) fazia diferença para seu cliente vip, pediu que ele  próprio explicasse. A resposta nos presenteou com um “beijo indireto”. Reza a lenda asiática que beber algo na mesma garrafa ou copo, no mesmo lugar que a outra pessoa bebeu é beijo indireto e de brinde, aquele olhar desejoso. Surtaram? O melhor vem depois! Um pedido aproveitador chantagista da colega de trabalho, que deseja uma foto de Solo, fez Gui viver um momento muito fofo que cedeu a condição de sair na foto e de presente ganhou um beijo no rosto. (Alguém aqui gritou na booooca, mas fui ignorada pela série que não me ouve)  

Pensaram que acabou?Pois pensaram errado, estamos aqui sedentos e muito felizes por surta por mais um episódio. Temos um momento cupido forçado feito pela garçonete Khim, quando ela posta a foto de Gui e Solo que recebeu, nas redes sociais. A garota se vê em apuros pelos atos impensados que costuma fazer, publicou uma foto dos doutores em uma página LGBT. Um deles foi procurar pelo culpado no caso culpada e a descobriu. Recebeu uma justificativa das piores, forçando uma pessoa a revelar sua sexualidade na base de exposição pública, sendo esse, um ato horrível. Nada a ver essa história de que gosta de homem porque é próximo da mãe, estudou em escola só de homens e gosta de malhar. Estudar só com garotos pode influenciar na exploração dos desejos sexuais, mas usar para determinar orientação sexual… Produção corre aqui!

E vamos tocar nosso barco para onde a corrente de Oxygen nos levar. Quase teve cadeia para a garçonete fujoshi sem limites, com a foto dos médicos que foi publicada, mas conseguiu se safar enrolando o Dr.Petch o deixando confuso. A explicação da garota para justificar sua ação impensada, colocou muitas dúvidas na cabeça do rapaz que começou a ter umas reações estranhas quanto a aproximação com Perth, amigo pessoal e profissional, que pelas cenas, vimos que sofre por amor. 

Declarações e gestos de amor é o que não falta. Prova disso é o jovem Kao, que diz estar seguro de que quer entrar na luta para conquistar o coração do veterano Phuri, estudante de administração. Pelas informações dadas pelo irmão, (aqui abrimos parênteses para explicar que em alguns lugares podemos encontrar Solo como primo de Phuri já em outros como irmão, pois a palavra usada na legenda em inglês é “Siblings” que significa irmão em PT, só que na novel Solo não possui irmão) vulgo Solo, sobre o futuro administrador. Ele não é durão e severo, entretanto, tem se mostrado bem paciente com o estudante de música que o segue com frequência.

“E a noite já chegou…o pensamento está tão longe”. Esse é um trecho da música A Noite Vai Chegar, cantada pela Brasileira Lady Zu. Adaptada pela colunista para fazer jus ao casal da noite. Como menino obediente que Solo é, veio tomar seu remedinho para dormir. Mais legal que a eficiência de Gui, é expressão de seu rosto ao avistar seu nong. 

Após desmaiar com com a troca de olhares, levantei e o queixo caiu com um beijo na mão que deu som a um grito (Itimalia que coisa mais lindaaaa!!). Com o andar da carruagem nem dei moral aos pensamentos impuros que vem quando o músico leva o especialista e leite em até seu dormitório. Para bom entendedor meia palavra basta. 

Socorro!! Foi o que gritei na hora que as antenas detectoras de casais começaram a apitar, quando ouvi uma declaração direta e indireta entre Phuri e Kao. Um se sente livre para expressar o que sente, o outro parece ter medo de mostrar com clareza os sentimentos. Nesse impasse sentimental misterioso, surge um coelhinho milagroso.

Alguém segura Khim! A garota está deixando maluco o Dr.Petch, com suas teorias boys love tiradas de suas viagens na maionese. Por falar em viagem, Gui se atrasou um pouco para o evento na faculdade e Solo ficou um pouco triste, mas nada como uma viagem inesperada, que a situação com um empurrãozinho de Solo, rumo ao resgate de flores. Nessa aventura das principais cores e beleza de um jardim, um gesto delicado desperta o ciúmes de Solo, quando ele ver Gui ser elogiado pelo dono da floricultura, por ter a vivacidade de uma flor chamada Lírio. Incomodado com a ação o estudante musica demarcar território e mais, contou mais um atributo da flor. ‘Prazer em estar com você!’ Entenderam o recado? O florista também.

Corre aqui meu povo, que a Khim fez um médico confundir o outro. Um não sabe o que sente e por causa de uma fujoshi linguaruda, bagunçou os sentimentos do outro. Aguardamos um bom desenrolar desse que parece ser um casal e vamos para o outro que parece não ter dúvida alguma, mas ainda não chegaram oficializar o que sente e o ciúmes está dando um empurrãozinho. Solo não consegue mais esconder o desconforto ao ver a proximidade de Gui com outros garotos, em especial um dos amigos que parece ter uma quedinha  por Gui. (Quem não tem gente?)  

E lá vamos nós para as emoções finais com as apresentações. O coelhinho de Phuri foi levado à força porque tinha que se apresentar, nem deu tempo de saber se o administrador ia vê lo, após um tempo tentando persuadir até cantou, nos momentos finais foi arrastado. Mas o destino deu seu toque de mestre, fazendo com que a mochila do cantor ficasse para trás. Na platéia há muitos alunos e é difícil encontrar alguém, mas com certeza havia um certo administrador em meio as pessoas. Para finalizar o episódio sortido de música e carinho, o refrão da canção apresentada por Solo é simplesmente uma declaração de amor, sua felicidade se chama “Guitar” que foi confirmada nos momentos finais.

Bem meus amores isso foi tudo, espero que tenham gostado. Assistam a série. Por esse início posso dizer que está valendo a pena  e vamos juntos surtar com os próximos episódios que saem todos os sábados no canal no YouTube MAUVE SÉRIES.

Sigam as redes sociais da Boys Love Brasil! ♥️🔎

Twitter: @boyslovebrasil

Instagram: @boyslovebrasil

YT & FB: Boys Love Brasil 

Telegram: @boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja