A Madrinha dos Gaymers chegou

A Madrinha dos Gaymers chegou

Samira Close é uma drag queen cearense conhecida pelo seu conteúdo streamer de jogos onlines. Aos 26 anos, ela joga partidas com outras drags brasileiras e amigas como Rebecca Trans e Kaya Conky e Dani Bond. Além disso, se diz fã da cantora e drag Pabllo Vittar.

Conhecida pela sua personalidade descontraída e brincalhona, Samira ficou conhecida por meio de suas lives realizadas no Facebook sobre Free Fire Battlegrounds, Cyber Hunter e League Of Legends. Atualmente, possui um canal no Youtube que conta com mais de 600 mil inscritos e lá são postados pequenos trechos de suas transmissões do Facebook. 

Imagem: Reprodução

A sua história no mundo gamers data de alguns anos, tudo começou mais ou menos há cinco anos, quando realizava transmissões ao vivo pela Twitch TV, jogando sucessos de época como League of Legends (LoL) e Dot A2. Diferentemente de antes, hoje as lives são encaradas não como um hobby, mas sim uma profissão. 

A inspiração para ser drag veio tempos depois, em entrevista ao canal TechTudo, Samira conta que foi após pedidos e doações em dinheiro de espectadores que passou a se montar. “Me doaram R$ 100 e eu comprei uma peruca, mas era aquelas perucas de manequim, aquelas bem do carnaval. Eu fiz uma live especial montada e senti que pegou mais gente, mais views. Foi aí que eu decidi investir nesse lance de drag”.

Outro fator que contribuiu para sua decisão de seguir no ramo de streaming foi a falta de pessoas com quem pudesse se identificar. “Na época, eu pensei: vou fazer uma stream diferente para as pessoas como eu. Foi quando eu resolvi fazer live de drag e barba. Isso chocou mais ainda as pessoas. No começo teve uma rejeição enorme. Só depois, quando eu fui crescendo, que deu certo”, diz. 

Preconceito e Representatividade no Universo Gamer

Imagem: Reprodução

A questão da tolerância e respeito à comunidade LGBT (e a qualquer ser humano) é um assunto que precisa e muito ser debatido em diversas esferas sociais e no universo dos jogos online não poderia ser diferente, a influenciadora relata em entrevista ao E+ algumas situações que enfrenta em sua rotina, como ofensas e xingamentos homofóbicos. “É desafiador, precisa vencer todos os dias”. 

Perguntada sobre situações de homofobia vivenciadas pela streamer, Samira menciona que tem vezes que jogadores simplesmente começam a xingá-la e, diferente de pessoas que tentam ensinar que aquilo é errado, ela xinga de volta. Para ela, ser homofóbico hoje é uma escolha, já que há muita informação sobre o assunto na atualidade para alguém ofender o outro por “desinformação”.

Mas enxerga com bons olhos as perspectivas para a cultura drag queen no Brasil. Questionada sobre a representatividade LGBT no universo gamer, ela afirma, “Eu posso dizer que eu fui uma espécie de Pabllo Vittar no mundo gamer, isso meio que revolucionou e abriu muitas portas tanto para mim quanto para outras pessoas. A comunidade gamer começou a enxergar a comunidade LGBT+ com mais representatividade”. 

É inegável a influência da drag não só como meio de incentivar outras a ocuparem mais espaço no segmento gamer, mas também encorajar o próprio público que a acompanha, que muitas vezes passa por situações complicadas no dia a dia. 

Para quem não sabe, ela também canta, porém não é o foco agora de sua carreira, a grande e única canção publicada por ela é o hit “Madrugada”, cujo começo está presente nas aberturas de seus vídeos do Youtube. A música foi feita em homenagem a um grande amigo que faleceu há alguns anos em um acidente de carro. Foi um jeito de reunir todo o sentimento de perda e as memórias boas do passado. 

“Eu realmente não sei se irei compor mais músicas ou investir na carreira musical, mas devo dizer que estou muito feliz com o resultado de um trabalho tão simples que tem um significado gigantesco para mim”. 

SUPER POC

Quando falamos de Samira Close é inegável não lembrar de sua origem humilde no interior do Ceará e seu grande ápice de alguns anos pra cá deixando quadros memoráveis em seu canal do YouTube, o que inclui o SUPER POC, onde ela responde às mais diversas perguntas sobre sexualidade de um jeito extremamente humorado e passando uma mensagem de utilidade pública para seus telespectadores que em sua maioria são jovens da mais variadas sexualidades e de gêneros diversos. 

Dotada de uma sinceridade e bom senso social, as questões abordadas no SUPER POC mostram a inteligência emocional da artista que além de responder de forma direta as indagações tímidas às vezes populares por qualquer pessoa, ainda passa uma aula de bom senso a quem está assistindo este quadro. A importância de Samira Close na aglutinação do Drag Queen em meios eletrônicos vai muito além das lives em plataformas digitais, pois ela mostra que em vez do papel militante do diálogo, as agressões verbais devem ser rebatidas de forma inteligente na linguagem de quem xinga, para mostrar que o LGBT possui outras formas de se defender e não de calar diante de agressões injustificadas como acontecem em algumas lives. 

Eu comecei a assistir Samira por indicação de um amigo e me acabo com cada vídeo dela e sempre agradeço por ela existir e alegrar os meus dias com as coisas que ela fala e faz. É de fato uma pessoa maravilhosa e que desejo todo o sucesso!

**Matéria produzida em colaboração com Viih. 

Se você gostou dessa matéria, por favor, não deixe de curtir e expor a sua opinião. A sua interação é muito importante para a manutenção do site. Além disso, não se esqueça de seguir as nossas plataformas digitais, por lá, você tem acesso a todo o conteúdo produzido pela página como notícias, capítulos de novels, trailers, reviews e tudo mais.

Durante o mês de Junho, a BLB trará conteúdos especiais sobre a temática LGBTQIA+ como não somente matérias, mas também relatos daqueles que fazem parte da comunidade, além de entrevistas e muitas outras surpresas. Para ficar por dentro de todas as novidades, siga as nossas redes sociais e fique atualizado de tudo que preparamos especialmente para vocês!  

Para acessar o site das Novels Boys Love, clique aqui.

Para acessar o nosso canal do Youtube, clique aqui.

Para nos seguir no Instagram, procure por: @boyslovebrasill ou clique aqui.

Para nos seguir no Facebook, procure por: Boys Love Brasil ou clique aqui.

Para nos seguir no Twitter, procure por: @bloversbrasil ou clique aqui.

Para nos seguir no Telegram, procure por: Boys Love Brasil ou cliquei aqui.

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja