A GENTE CASA DEPOIS NAMORA, ALGUÉM DISCORDA?

A GENTE CASA DEPOIS NAMORA, ALGUÉM DISCORDA?

Hello meus amores, estamos de volta para mais um review dessa obra que está sendo um encanto! Oxygen The Series. Finalizamos o quinto episódio com a fofura de casal apaixonado SoloGui, em seu momento noite mágica próximo a um fogueira com beijo e muito amor. Agora vamos saber o que nos reserva no capítulo seis.

Bem meus queridos, pode parecer que tenho um certo favoritismo pela série e na verdade estou amando ela, mas não vou deixar de criticar pontos inadequados.

Para quem está acompanhando junto conosco, pode comentar e dar suas opiniões nos comentário.

Agora iremos dar continuidade a noite deliciosa que Solo e Gui curte em uma caminhada beira mar. Se bem que Solo ama a brisa da noite né gente? Desde o início a maioria de seus encontros com Gui foram na calada noite. Após o momento delicioso sobre a brisa noturna, Gui fala e demonstra seu amor a Solo, que se encontra angustiado por algo que seu amado ainda não sabe, todavia, respeita seu tempo para quando estiver a vontade para o contar. E nada como um abraço de amor para amenizar parte das preocupações do coração. 

Lembram de eu ter citado que há momentos inadequados durante a produção que não podemos deixar passar? Mesmo muitos achando ser comum nos dramas acontecer isso, quando se ouve um não deve-se respeitar! A cena de Solo e Gui no no acampamento na praia é prova disso. Não há uma justificativa para prosseguir ou dar o primeiro passo em direção ao amado a menos que o mesma tenha consentindo.Ultrapassar um limite determinado ainda que seja de quem se ama, é errado! Por amor, seja paciente. 

Gente pode parecer que seja o dia da colunista polemiza. mesmo rachando de rir com a cena de de Petch com armadura de panelas, para enfrentar o suposto ladrão na casa de Khim, que na verdade era seu irmão Khem que voltou assaltando a geladeira. Não pude deixar passar que ele não corrigiu explicando pelo menos para seu amigo Doutor Perth, o motivo da melhora de sua paciente Khim, que pode sair do hospital após um repentina melhora emocional. A mentira que falou no calor da emoção para Khim, quando disse gostar de homens. Nesse momento ele não pensou que, a verdade machuca, mas cresce a ferida, enquanto a mentira, só faz com que corroa formando um imenso buraco no coração e, pode ser em mais de uma pessoa.

Pode parecer difícil contar a verdade quando mentir parece dar consolo. Cabe a você julgar se vale a pena conquistar pouco a pouco seu verdadeiro espaço ou destruir o lugar de outro por covardia. Não precisa ser o que outros querem se sabe que não o fará feliz e nem estará feliz quando a verdade precisa ser dita. É melhor um amor antisséptico, doloroso e que ajuda a curar, do que o fantasia que irá sumir quando do sonho despertar.

A falta de lealdade de Petch a amizade com Perth, ao continuar iludindo Khim sobre ser chapuchai, tem alimentado a garota. Entretanto, seu irmão Khem não acredita muito bem e enxerga a real intenção dele e que seu interesse é nela e não no outro médico. A falta de noção de Petch, tem engolido sua consciência em não enxergar o que está na cara. Nem se dá ao trabalho de perguntar o que seu amigo sente em respeito o que ele está fazendo e em como isso lhe afeta. 

Então, não é  bipolaridade só é bom estar atenta o máximo possível em ambas as parte e quando mesmo apegada ao Shippe noto os erros e também as cara e bocas. Nesse caso o biquinho crianção com bira, que Solo faz quando quer chamar atenção é muito fofo. Gui já aprendeu como acalmar a seu bebezão e acerta bem no alvo. O desânimo de Solo é justificável, porque a distância marcada pelo destino irá separá-los, por alguns meses e para compensar o tempo que vão ficar longe um do outro, Solo se adiantou e convidou Gui para morar com ele. Uhmmmmm, isso cheira a medo de alguma coisa e querer estar de olho tendo o outro por perto para melhor proteger.

Algo intrigante me passou pela mente e, que outras pessoas também notou semelhança em algumas situações que aconteceram com Gui e Solo, por parecer que o afeto que um tinha pelo outro tivesse semelhança com amor familiar, coisas de irmãos. Isso passou rapidamente a memória, vendo o Shippe PhuriKao. Temi a desilusão do administrador estar vendo o músico apenas como irmão, quando na verdade ele o olha com paixão. Contudo, essa suspeita foi dissipada, depois da forma fofa com que ele o defendeu do alunos de sua faculdade foi muito bom e, percebemos que já estavam avisados para não mexerem com ele, só não superou a camisa de pijama com estampa coelhinho, que deu para Kao vestir. Esse momento foi só derretimento do fandom de fujoshi. 

Como esse capítulo tá cheio de mistérios, houve uma surpresa ao descobrir que o pai de Kao Ashara, parece ser bem perigoso e um protetor agressivo. Mexeu seus pauzinhos ao saber que seu filho foi espancado por outros alunos, todavia, alguns fatos foram distorcidos e não favoreceu o cara que o salvou, correu um boato nas redes sociais que Phuri era quem tinha machucado Ashara. Contudo, o próprio não achou ruim, só achou estranho que kao tirou proveito da situação para ficar grudentinho como um bom coelhinho e o ponto forte da situação, é que Phuri foi direto demonstrando sua preocupação quanto a relação dos dois. Quer que seu coelho maluquinho tenha certeza do que sente, para quando se aprofundarem na vida um do outro e suas personalidades, não tenha arrependimentos. 

Há sempre uma vontade de surtar com a insistência da fujoshi Khim, quando atira homens no colo de outros a força, porém agora ela tem razão dizer para seu companheiro de trabalho vulgo Gui, que ele e seu amante de leite morno já se mostram um casal na visão de todos. Como assim depois de beijos abraços e declarações Gui ainda não aceitou ser namorado de Solo? Ô produção? Colabora para não dar confusão. Tirando o fato de achar pressão a insistência de Solo para morarem juntos, antes de Gui ir fazer seu estágio em outra cidade, dá para ver que tem algo mais nessa nesse pedido repentino, além de aproveitar a companhia ao máximo ante da separação e Gui topou morar com ele.

E motivo por trás do convite repentino de Solo de dividirem o mesmo teto foi descoberto JAY. 

Um novo personagem JAY, que veio do passado, surge para dar um alerta ao casal. O papel desse mensageiro foi duplo, avisou Solo que o tem como amigo, as possíveis consequências de prosseguir ao lado de Gui. O que era para ser uma ameaça, funcionou como cupido. A descoberta sobre a vida de Solo, despertou mais ainda o lado especial e compreensivo de Gui, que não perdeu tempo e deu um dos passos importantes de uma relação e pediu seu amado em namoro.

Bom pessoal espero que tenham gostado. Não deixem de dar seu feedback beijos e sigam as redes sociais da Boys Love Brasil! ♥️🔎

Twitter: @boyslovebrasil

Instagram: @boyslovebrasil

YT & FB: Boys Love Brasil 

Telegram: @boyslovebrasil1

Compartilhar esta publicação

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Optimized with PageSpeed Ninja